quarta-feira, 18 de novembro de 2015

TAP. Trabalhadores aprovam em plenário moção contra venda (Que trabalhadores, que p… nenhuma!)

Agência Lusa

Os trabalhadores da TAP aprovaram nesta quarta-feira em plenário uma moção contra a privatização da companhia aérea, disse à Lusa o coordenador da Comissão de Trabalhadores. Segundo José Augusto, a moção que pede a reversão do negócio foi aprovada por larga maioria e aponta para “algumas irregularidades” na privatização da empresa, como a venda a semana passada por um Governo de gestão, ou alienação, ao consórcio Gateway, que os trabalhadores consideram que “não cumpre os requisitos da legislação europeia”.

Os trabalhadores da TAP reuniram-se hoje em plenário durante cerca de duas horas e meia tendo o encontro, segundo a Comissão de Trabalhadores, chegado a reunir 300 pessoas.

Este plenário contou com a presença de deputados do Partido Comunista Português (PCP), Bloco de Esquerda e Verdes, que defendem a reversão da privatização da companhia, assim como da Associação Peço a Palavra e da central sindical CGTP.

Também em declarações à Lusa, o secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos, disse que houve no plenário um “consenso generalizado contra a privatização”, considerando que pela CGTP este “não é um processo encerrado” e que espera que agora “os partidos que integram maioria da Assembleia da República concretizem a promessa de reverter” o negócio.

Na quinta-feira da semana passada, a Parpública anunciou à noite a assinatura do acordo de conclusão da venda direta de 61% do capital da TAP ao consórcio Gateway. Na sexta-feira, os novos donos da TAP – David Neeleman e Humberto Pedrosa – reuniram-se com os trabalhadores, para apresentar alguns dos planos para a transportadora. 
Título (Parêntesis: JP) e Texto: Agência Lusa, 18-11-2015

2 comentários:

  1. Triste país, Portugal, que ainda não percebeu uma das causas do seu atraso: ser o ÚNICO país da União Europeia (acho que do mundo) a ter, vivo, um partido comunista.
    Mas mais triste ainda é não perceber que atrás dele, ou pior, querendo substitui-lo, existem os Blocos, os Podemos e ... os Fodemos com isto tudo...

    ResponderExcluir
  2. Por isso tudo, o desespero dessa malta contra o governo de... direita.
    Porque eles não querem desaparecer!
    Já imaginou Portugal sem ter transportes públicos, quer dizer, transportes aparelhados por sindicatos comunistas?
    Acabam as greves gerais, as políticas, claro.

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-