terça-feira, 17 de outubro de 2017

Alguém ajude o Costa

Gabriel Silva

Suponho que o atual primeiro-ministro tenha amigos políticos e conselheiros. Alguém rapidamente lhe deite e mão e o ajude, sob pena de ele continuar de cabeça perdida a dizer e fazer asneiras que não apenas o envergonham, como comprometem seriamente o país.

Alguém que lhe diga que anunciar que na quarta-feira irá reunir com a associação de vítimas do incêndio de Pedrógão para discutir a reforma da floresta e o sistema de prevenção de incêndios deixa os cidadãos de boca aberta de espanto;

Alguém lhe diga que repetir muitas vezes num discurso ao povo a expressão «relatório de comissão independente» e «reforma da floresta» perante o número de 41 mortos, assusta bastante…;

Alguém lhe diga que afirmar aos portugueses perante a tragédia de 100 mortos em dois dias de incêndios de que «estas coisas se irão certamente repetir» é completamente de loucos;

Foto: Paulo Pimenta

Alguém lhe diga que um dia terá de assumir a sua responsabilidade na negociação e contratação do SIRESP, sistema que é hoje objeto de chacota nacional, apesar de custar milhões aos contribuintes;

Alguém lhe diga que no dia a seguir a uma tragédia com 41 mortos, falar da futura revisão do Plano Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndiossem assumir que foi o responsável político pela sua criação enquanto ministro em 2005, com os resultados que os portugueses comprovam pela televisão, não vai mesmo dar para esconder;

Foto: Reuters

Alguém lhe diga que não pode continuar a ignorar a sua responsabilidade por ter mudado todas as chefias de comandos da prevenção civil a meses do início da época de fogos, certamente decisão pouco sensata e com efeitos catastróficos como os relatórios já conhecidos comprovam;

Alguém lhe explique que todos sabem que a catástrofe vivida em dois dias de fogos não deriva do número de fogos (já houve semelhante), mas sim à centena de mortos, número sem paralelo em todo o mundo;

Carro dos bombeiros de Leiria destruído pelo incêndio no Pinhal de Leiria, foto: Paulo Cunha/LUSA

Alguém lhe explique que é o seu governo que governa, que é o seu governo que dirige as estruturas de prevenção, que é o seu governo que dirige as entidades de coordenação e combate a fogos, que é o seu governo que dirige as polícias e forças militarizadas, que é o seu governo que dirige todos os organismos responsabilizados por deficiência de planeamento e estruturais que falharam;

Alguém lhe explique, porque já se percebeu que ele não entendeu e continua a fazer a triste figura que todos veem;

Alguém lhe explique que já não consegue enganar ninguém.
Título e Texto: Vitor Cunha, Blasfémias, 16-10-2017
 
Vitor Cunha
Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-