domingo, 23 de julho de 2017

O Extermínio dos Aposentados

Almir Papalardo

Alguém se lembra do triste episódio da história mundial, ou seja, o "Extermínio dos Judeus"? Foi um período em que o Nazismo assassinou mais de seis milhões de cidadãos judeus. Um capítulo negro, uma história inolvidável, uma era sangrenta, onde os judeus eram assassinados com requintes de crueldade, nos malfadados campos de concentração!

Nordhausen, Alemanha, em 17 de abril de 1945

Pois é, nós os brasileiros, temos uma história quase semelhante acontecida no sistema previdenciário. Não em casos de assassinatos a sangue frio, mas em perseguição política, em negativas a direitos sociais, quando governos insensíveis, endiabrados, incitaram uma perseguição tenaz contra os velhos aposentados do INSS.

Mais de nove milhões de aposentados do RGPS, que ganhavam benefícios acima do salário mínimo, durante dezoito anos consecutivos, tiveram os seus reajustes desvinculados da correção do salário mínimo, numa prática que em muito se assemelha a um extermínio.

Quantos milhões de aposentados depressivos não tiveram seus óbitos antecipados por causa dessa perversidade imposta pelos governos federais, defasando ano a ano seu já fraco poder de compra??
Título e Texto: Almir Papalardo, 22-7-2017

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-