quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Comunicação político-eleitoral. Sucesso com um novo discurso: invertido!

Cesar Maia

1. A atual e poderosa governadora de Tóquio, Yuriko Koike [foto], a mais popular política do Japão, introduziu em sua comunicação popular, em seus discursos e publicidade, um discurso invertido.


2. Não assume compromissos expansivos - como é o tradicional, o normal - do tipo construirei tantas estradas, tantas escolas, tantos hospitais, ou abrirei tantas vagas nas creches ou nas escolas ou nas universidades, ou coisas no estilo.

3. Ela faz um discurso afirmando seus compromissos que poderíamos chamar, talvez, de sustentabilidade.

4. Sua comunicação faz um enorme sucesso e aponta apoio amplo para seu grupo nas eleições do próximo dia 22 em que ela, mesmo não sendo candidata, pode provocar uma pressão sobre o parlamento para elevá-la a primeiro-ministro.

5. Suas opiniões sobre economia ela chama de yurikonomics, usando seu próprio nome.

6. Seus compromissos gerais ou seus pontos ou prioridades, num futuro governo, para as eleições do dia 22, Yuriko Koike lançou dizendo o que paradoxalmente - não quer e fará. OS 12 ZEROS onde mostra sua "enorme habilidade no manejo de imagens e símbolos", como afirmam os analistas, conformam seu programa.

7. Segue seu programa de 12 ZEROS, que é facilmente adaptável em 2018 para o Brasil e para qualquer um de seus Estados e candidatos.

Leia e pense:

Zero energia nuclear;
Zero impunidade para corporações;
Zero doação empresarial para políticos;
Zero fila nas creches;
Zero fumo passivo;
Zero superlotação em transporte coletivo;
Zero abandono de animais domésticos;
Zero desperdício de comida;
Zero violação de direitos trabalhistas;
Zero idosos ou deficientes sem acesso ao transporte público;
Zero fios e cabos aéreos pendurados em poste;
Zero febre do feno (rinite alérgica).

Título e Texto: Cesar Maia, 17-10-2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-