segunda-feira, 7 de maio de 2018

FC Porto B defende o título no Emirates Stadium

Final da Premier League International Cup realiza-se esta terça-feira

O FC Porto B vai disputar a final da Premier League International Cup nesta terça-feira, frente ao Arsenal, no Emirates Stadium. O jogo está agendado para as 19 horas, com transmissão em direto no Porto Canal. Será a terceira final dos Dragões em quatro anos de existência da prova que nasceu sob a égide da Premier League.

A formação orientada por António Folha quer defender o título conquistado na época passada, frente ao Sunderland, apresentando um histórico positivo frente a adversários britânicos na Premier League International Cup: dez vitórias em quinze jogos.

“Somos campeões em título e vamos a uma final em que faremos tudo para ganhar e conquistar o bicampeonato. Não é nada fácil, já que o adversário é extremamente poderoso, foi campeão de Inglaterra no seu escalão e venceu-nos na fase de grupos. Adivinha-se uma final extremamente difícil, mas o FC Porto vai estar à altura e fará tudo que está ao seu alcance para revalidar o título”, garante o treinador.

Na antevisão do encontro, António Folha falou sobre a realização da final no Emirates Stadium, estádio do Arsenal: “É um estádio fantástico e será uma boa experiência para os jogadores. Tem o contra de ser o estádio deles mas já foi assim no passado e conseguimos vencer. Era bom que os jogadores estivessem cientes que as dificuldades que vamos ter podem-se tornar numa grande felicidade, porque o FC Porto pode ser a única equipa a vencer o título por duas vezes consecutivas.”


A participação do FC Porto em números:

1. É a única equipa, de todas as que já participaram na prova, que marcou presença em três finais, é a única portuguesa a conquistá-la e a participar na fase a eliminar das quatro edições. O Benfica B, apenas por uma vez conseguiu lá chegar - em 2015/16 foi eliminado pelos azuis e brancos nos quartos de final.

2. Os ingleses Reiss Nelson, do Arsenal, e Matthew Virtue, do Liverpool, foram os dois jogadores que até agora conseguiram marcar golos aos azuis e brancos, que apresentam a defesa menos batida.

5. O capitão Rui Moreira, que chegou ao FC Porto com 11 anos, é o único totalista entre os portistas - cumpriu os 90 minutos nos cinco jogos até agora realizados. Diogo Leite e Luizão, com quatro, completam o pódio dos atletas que mais tempo jogaram.

8. A equipa esteve invicta mais de um ano e meio na prova: tinha perdido pela última vez com os espanhóis do Villarreal nas meias-finais de 2015/16 quando, ao nono jogo, foi derrotada pelo Arsenal, na segunda jornada da fase de grupos desta edição.

10. Dos 15 jogos que disputaram com adversários britânicos nas quatro edições, os “bês” ganharam dez, perderam quatro e empataram um. Marcaram 25 golos e sofreram dez.

20. É a média de idades dos jogadores que já defenderam a camisola azul e branca nesta quarta edição da Premier League International Cup, destinada a jogadores Sub-23. Romário Baró, com 18 anos, é o mais novo, ainda é júnior de primeiro ano, e é um dos oito Sub-19 que já disputaram a competição. Danúbio, que fez 23 em março, é o mais velho.

27. Número total de jogadores utilizados por António Folha ao longo da competição, dos quais 20 passaram pelas camadas jovens do FC Porto. Portugal é o país mais representado (16), secundado pelo Brasil (4). Bélgica, Moldávia, Argentina, Bélgica, Moldávia, Paraguai, Nigéria, Senegal e Tunísia estão representados por um jogador.

37. O resultado da soma dos golos marcados nos 22 jogos realizados na história da prova. Em 2017/18 são, para já, seis, tantos quantos aqueles apontados em 2015/16. A época passada foi a mais produtiva, 14, cinco dos quais na final com o Sunderland.

89. Oleg Reabciuk apontou, ao penúltimo minuto do tempo regulamentar, o golo ao Newcastle, em St. James’ Park, e indicou o caminho para a final. Foi nos últimos 15 minutos do jogo, aliás, que a equipa festejou quatro dos seis golos que contabiliza na prova. André Pereira, entretanto emprestado ao Vitória de Setúbal, marcou aos 82 e aos 90 frente ao Reading (2-0), na estreia na fase de grupos; e Santiago Irala assinou o golo que carimbou o passaporte para as meias-finais diante do Liverpool (2-1), já no tempo de compensação (90+3m).
Título, Vídeo e Texto: FC Porto, 7-5-2018

Um comentário:

  1. O FC Porto venceu o Arsenal e conquistou a Premier League International Cup!

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-