sexta-feira, 28 de junho de 2013

Lula, que estava sumido, reaparece no noticiário para… criticar Dilma! Ele também está em contato "com a juventude" e os "movimentos sociais"

Reinaldo Azevedo
É isso mesmo, crianças! O Apedeuta, como sabem, está mudo. Sempre tão loquaz, sempre tão opiniático, sempre tão cheio de ideias, virou, de repente, um túmulo. Mas reaparece hoje em reportagem da Folha, de Catia Seabra e Mário Falcão. Não é ele quem fala, mas pessoas do seu entorno. E é evidente que o jornalismo cumpre o seu papel ao tornar pública a informação vazada por sua turma.
Lula considerou barbeiragem, consta, a história da Constituinte — não custa lembrar que a tese original é dele. Segundo o subjornalismo áulico financiado por estatais, a proposta teria sido soprada por Franklin Martins, e isso quer dizer… Lula! Verdade ou mentira, o fato é que reforma defendida pela presidente é aquela defendida pelo PT, conforme foi relatada pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS), mas enterrada pelo Congresso.

No petismo, também a atuação dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Aloizio Mercadante (Educação) estaria sendo criticada. Traduzo: Lula não suporta nem um nem outro. E ambos sabem disso. Cardozo tentou fazer confusão em São Paulo para ver se conseguiria se cacifar como pré-candidato ao governo. Ele é parcialmente responsável pela bagunça que tomou conta do país.

A reportagem informa também que o Apedeuta se encontrou com um grupo de jovens, o que foi confirmado por Gilberto Carvalho, que é secretário-geral da Presidência, mas atua como porta-voz do seu verdadeiro chefe: “O presidente Lula fez uma reunião ontem [anteontem] com os jovens, que eu soube que foi muito interessante. Acho natural os partidos procurem nesse momento articular as suas bases, suas militâncias para fazer esse debate, fazer essa disputa que está dada na sociedade.”

Lula também está no Estadão. Isso quer dizer que seus homens trabalharam ativamente. No contato com os movimentos sociais, ele teria dito que a reivindicação do passe livre é justa — Dilma, apropriadamente, lembrou que alguém paga: ou o usuário ou os impostos…
Ao Estadão, os lulistas vazaram que o ex-presidente queria saber a razão dos protestos e coisa e tal. E teria ouvido que tudo começou com a repressão havida em São Paulo… Como a gente nota, quase não há confrontos nos outros estados, não é mesmo? Se não me engano, sozinho, o Rio colocou mais gente na rua do que o resto do Brasil somado, incluindo São Paulo!
Lula já tirou o agasalho e está fazendo aquecimento à beira do campo. Antes, vai dar uma passadinha na África para combater a fome. Tudo bem! Seus homens continuarão por aqui sabotando a candidatura da Dilma à reeleição para tentar forçar a volta de de Dom Lulão.
Título e Texto: Reinaldo Azevedo, 28-06-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-