domingo, 30 de junho de 2013

"Nada é mais doloroso do que a dor da injustiça!"

Excelência:
Nada é mais doloroso do que a dor da injustiça. Assim nos sentimos, todos nós, aposentados do AERUS, aguardando a restituição de nossas aposentadorias que o governo tomou indevidamente. Compramos e pagamos por elas durante anos, um dinheiro honesto, fruto de nosso trabalho e sobre o qual pagamos imposto de renda e o usamos para garantir uma aposentadoria digna no ocaso de nossas vidas, confiando na seriedade do Estado. Infelizmente não foi isto que aconteceu. Nossos direitos estão vilipendiados há 7 anos, 2 meses e 17 dias e já foram sobejamente reconhecidos e brilhantemente relatados pela irretocável sentença de Sua Excelência o Juiz Jamil R. J. Oliveira. Agora recentemente tiveram o voto memorável a nosso favor de S.Excia a Ministra Cármen Lúcia do STF.
Agora estamos em suas mãos, Presidente Joaquim Barbosa. A julgar pelo seu desempenho verdadeiramente republicano na relatoria do julgamento dito Mensalão, tenho a convicção que a Justiça e o Direito finalmente prevalecerão.
A Vossa Excelência, que carrega o sobrenome deste luminar e paladino da Justiça que foi Rui Barbosa, solicitamos celeridade na tramitação desta questão já que temos tido uma média de um óbito a cada quatro dias, o que significa: Não temos mais tempo para esperar! A injustiça contra os mais de 800 aposentados que já faleceram jamais poderá ser corrigida. É sempre bom lembrar que a grande maioria de nossa categoria é constituída de idosos. O signatário desta tem 81 anos e temos ainda muitos companheiros com mais idade.
Por sua atenção, sou atenciosamente e respeitosamente grato. 
Título e Texto: Paulo Drummond de Macedo Contreiras - Aposentado AERUS, Rio de Janeiro, 29 de junho de 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-