quinta-feira, 1 de outubro de 2015

?

José Manuel
Não há título, não há nome, não há nada para traduzir verbalmente o momento pelo qual passamos.
Que momento seria este? Uma auto traição coletiva? Isso existe?
Um autoflagelo?

A figura que povoa meus pensamentos, é aquela imagem horrível na Guiana que teve como mentor intelectual um pastor socialista fora de órbita.


Onde está a sociedade deste país de duzentos milhões de habitantes?
A imagem que me vem é a de um brete com todos em uma fila sem fim, que não chega a lugar algum.
Dentre os milhões estão os milhares do Aerus. Onde? Onde estão?

Qual o nome para esta omissão coletiva, pois tem que haver um nome para isso. Tem que haver!
Será que estamos todos estéreis?

Será uma covardia coletiva?
Será a tranquilidade relaxante pós histeria coletiva?

As poucas vozes da razão que se erguem contra tudo isso que se apresenta a ambos, milhões e milhares existem, mas não ecoam.

Os milhões esperam e aguardam não sabem bem o quê.

Aparentemente querem ver até onde vai esta onda negativa cujo resultado será uma conta alta a pagar. Talvez a própria existência.

Os milhares não acreditam nas vozes que se levantam e talvez só reajam quando for tarde demais.
Quando perderem definitivamente aquilo que milagrosamente ainda lhes pertence: o Aerus.

E o caminho segue livre para todos os apostadores no mal, fluindo cristalinamente com a força de uma gravidade sem freios.
Sem obstáculos.

Levando de roldão aspirações, projetos e vidas.
Continuando livres, fazendo o que querem, desafiando a tudo e a todos.

Mas ninguém vê, ninguém quer ver, dá trabalho.
O crepúsculo pós tudo isso não será infelizmente dos deuses, ao contrário, será a grande noite do silêncio compulsório.

Lamentavelmente. 
Título e Texto: José Manuel, não acreditando no que se passa, 1-10-2015

2 comentários:

  1. JM, entendo sua indignação, me sinto assim também, não consigo entender, esta omissão dos Aposentados do Aerus, é um comodismo a espera de uma sentença que "possivelmente" seja cumprida através da Tarifaria, e desta Tutela, que a qualquer momento pode cair. Estou muito preocupado em relação a tudo isto. Será que é a idade? Que não querem se envolver, para não morrer, de enfarto ou depressão? Sei lá tbm pergunto, Onde Estão ?
    Volkart

    ResponderExcluir
  2. Um Carma Coletivo que se abateu sobre a Varig e o Aerus espera interpretação...

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-