segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

[Versos de través] Série: Natal 2017 (I)

Haroldo P. Barboza
 
Foto: Rodrigo Azevedo
Digestão
Promessas alimentadas na ceia
Costumam evacuar
Na próxima Lua cheia.

Tempo curto
Ações prometidas a Noel
Desaparecem juntas
Com a tinta do papel.

Ornamentos
Sobre a toalha tudo é beleza
A parte mais pobre
Fica debaixo da mesa.

Luzes
A árvore pisca radiante
Enquanto o pedinte
É mandado adiante.

Memória
Promessas de dezembro
Em janeiro já residem
No “não me lembro”.

Histórico
Há dois mil anos
Noel escuta promessas
Feitas às pressas.

Pedido
O rico implora ao céu
Por mesa mais farta
O pobre continua ao léu.

Título e Texto: Haroldo P. Barboza, dezembro de 2017

NdE: As fontes utilizadas são CASTELLAR, para o subtítulo, e POST-IT Software Notes para o texto.
Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-