sábado, 29 de junho de 2013

Para quem pensava que isto não tinha nada a ver com a Dilma

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
Rui A.
Cai e cai muito bem, porque Dilma é um artefacto político artificial, criado por um génio do marketing chamado Lula da Silva, uma governante presunçosa, convencida que vai deixar uma marca indelével no Brasil («a erradicação definitiva da pobreza»…), que está a destruir a economia do país ao jogar para cima dela dinheiro a rodos, que não lhe pertence. Dilma acha-se  um génio da economia e pensa que a economia funciona como ela determinar. Com isso tem gerado, ao invés do que estava convencida e do que lhe diziam alguns «sábios» (Delfim Neto, o rei da inflação brasileira, parece ser um deles), inflação, desconfiança dos investidores e empresários, queda do PIB e, obviamente, o descontrolo das contas públicas, com um défice crescente que todos os brasileiros hão-de pagar, mais tarde ou mais cedo. Foi por terem a percepção de que a sua vida estava a começar a piorar e que, se não se inverter rapidamente o rumo das coisas, irá de mal a pior, que os brasileiros vieram para as ruas. Como ainda não percebeu o que se está a passar com o seu governo e com o Brasil, a resposta que Dilma dará a esse descontentamento será continuar a queimar dinheiro que não lhe pertence, o que agravará mais ainda a situação. Por esse caminho, daqui por um ano e meio, quando for a votos, nem o Lula a salvará. Isto se Lula estiver disposto a tentar salvá-la (já agora, alguém sabe dele nesta crise?) ou se Dilma se chegar a candidatar, o que começa a ser cada vez mais indesejado pelos sectores mais pragmáticos do PT.
Título e Texto: Rui A., Blasfémias, 29-06-2013

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-