segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Emma Watson é desafiada a passar uns dias com refugiados islâmicos, mas sem seguranças

Luciano Henrique


Lemos no Mídia Pop sobre uma petição convidando Emma Watson [foto] a passar uma semana em um acampamento de refugiados. Mas, é claro, sem seguranças por perto.

Acontece que – com a hipocrisia de costume – ela havia divulgado em setembro de 2015 a hashtag #refugeeswelcome. Obviamente, ficou de bico calado quando centenas de mulheres foram estupradas em Colônia, na Alemanha.


A petição sugere que ela passe uma semana em um acampamento de refugiados islâmicos para provar que eles não representam qualquer perigo:



Mais:

petição do Change.org  pede para Emma Watson passar um tempo no campo de refugiados “sem guarda-costas” para demonstrar ao público como os refugiados são “pró feminismo”.

O fundador Oscar Izard disse que rejeita a ideia de que os refugiados da África e do Médio Oriente são estupradores.

“Emma Watson deve passar uma semana de férias em um acampamento de migrantes em Calais, sem guardas, é claro, para mostrar o quão seguro, e como pró feminismo estes migrantes são,”  Oscar Izard, de Melbourne, escreveu.

Você gostaria que Emma Watson passasse um tempinho com eles para provar o quanto são seguros?
Assine a petição para “incentivá-la” a entrar neste novo engajamento.

Eis uma belíssima aplicação da regra alinskiana que determina: “faça seu adversário sucumbir pelo seu livro de regras”.
Título, Imagens e Texto: Luciano Henrique, Ceticismo Político, 8-2-2016

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-