quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Fernando Holiday: “Onde eles veem racismo, eu vejo amor”

Luciano Henrique
Belas palavras foram escritas no Facebook de Fernando Holiday sobre o ataque podre e imundo feito pela extrema-esquerda contra uma família – ver aqui  – por causa de uma foto inocente de carnaval:

Onde eles veem racismo, eu vejo amor.

A mais recente bizarrice do Movimento Negro e dos imbecis da corrente “politicamente correta” foi acusar um pai de ser racista por fantasiar seu filho de Abu, o melhor amigo de Aladdin – que era a fantasia do pai.
Segundo eles, o pai foi racista porque Abu – na história de Aladdin – é um macaco.

E se fosse um coelho? Um cachorro? Um esquilo? O que vou dizer aqui talvez incomode alguns, mas a verdade é que – cegados pelo ódio e pelo vitimismo barato – eles já não enxergam o amor, já não sabem o que é humanidade. Eles se veem e veem aos negros como animais, animais maltratados por homens brancos. Eles são os verdadeiros racistas, são repugnantes! Não me representam e não representam muitos outros. Porque eu me vejo e vejo todos os outros negros como seres humanos. Nem melhores, nem piores.

Na imagem enxergo pais se divertindo com o filho que amam. Não me importa sua etnia ou cor de pele. Na imagem vejo uma família feliz se divertindo no carnaval, fantasiados de personagens que também se amam e que querem o bem uns para os outros.

Não há com o que se desculpar. Não há do que reclamar. Só temos que lamentar a mentalidade imunda e deprimente dos que foram cegados pelo ódio. Que Deus me livre de tanto rancor e falta de amor.

Eu sempre admirei o trabalho do Fernando Holiday porque ele consegue expressar a indignação justa para os momentos. A direita em geral deveria aprender com isso. De nada adianta protestarmos, sem apontar a monstruosidade moral de nossos opositores. As palavras de Holiday devem servir como exemplo.
Título, Imagem e Texto: Luciano Henrique, Ceticismo Político, 10-2-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-