quinta-feira, 14 de abril de 2016

Por que temer o Temer?

Valdemar Habitzreuter
Evolucionismo é uma palavra que se aplica a muitas facetas da vida. Em biologia o termo se aplica ao estudo do princíipio da vida e o surgimento das várias espécies de seres vivos e sua evolução ao longo da Historia.

E na política? Também aí podemos verificar um processo evolutivo. Ao longo de nossa História brasileira tivemos um desenrolar político dos mais cambiantes possíveis. O processo evolutivo político não necessariamente significa melhorar, no sentido de aperfeiçoamento. Pode até haver a extinção de uma ideologia ao invés de seu fortalecimento e dar lugar a novas forças políticas que poderão se impor. Assim como na evolução das espécies animais, por exemplo, há aquelas que são extintas por falta de adaptação ao meio ambiente onde a seleção natural se impõe premiando a linhagem mais forte e extinguindo a mais fraca, assim também na política verifica-se um evolucionismo onde prevalece aquela corrente com maior resistência, adaptação, relevância e oportunidade concernente aos fatos sociais que exigem resoluções de pronto e sem rodeios e subterfúgios para que haja avanços sociais e progresso de uma nação.

Assim temos, pois, a ideologia petista esvaindo-se porque enfraqueceu-se ao longo dos anos pela política errônea a que se dedicou, de apelo antidemocrático e antiético no trato da coisa pública. Ao invés de fortalecer-se com políticas sérias, o PT preferiu o poder pelo poder esquecendo-se que este só é garantido pela honestidade e não pela roubalheira para proveito próprio.

Assiste-se, no momento presente, seu desmoronamento e outra força política desponta. Resta saber se esta terá fôlego para sobreviver e ter forças para tirar o país do atoleiro. Temer representa essa nova força. Apesar de o PMDB ter sido uma espécie de carrapato de diversos governos, mormente do governo petista, e agora querendo aventurar-se em voo solo, espera-se que algo de positivo aconteça se Temer assumir no lugar de Dilma. Temer já se arvora em proclamar-se o sucessor da presidenta e está de conjecturas com alguns políticos de peso para compor um ministério forte, como o José Serra e Arminio Fraga... e mostrar ao povo brasileiro que pode reverter a situação caótica em que o país se encontra.

Parafraseando o Tirica: “pior que tá não fica”. Portanto, por que temer o Temer? 
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 12-4-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-