segunda-feira, 18 de abril de 2016

Vazou o DISCURSO de RENÚNCIA da Presidente Dilma

"Saio da vida pública porque é saída. Se fosse entrada, eu entrava. Se eu fosse, eu iria, mas se eu voltasse, voltando eu seria, porque atrás de cada criança tem um cachorro Pixuleco e esse cachorro come mandioca. A dona do cachorro é uma mulher, uma mulher sapiens e uma mulher sapiens tem uma bola que é feita de bambu e pode estocar vento e é, por isso, que as coisas não são como se escreve e, sim, como foi escrito. E como eu disse que pude, mas não podia, é quase que eu não pude, podendo eu poderei, se tivesse pedido.
Tchau, procês." 
Autor desconhecido, abril de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-