domingo, 8 de outubro de 2017

Nossas crianças


Uma vitória sobre os artistas milionários da extrema-esquerda agora trará muitos ganhos à direita no futuro

mrk

Já é um fato que um grupo de artistas milionários ligados à extrema-esquerda iniciou uma guerra contra o MBL. Mas o objetivo dessa batalha não é apenas atingir o MBL, mas calar toda a direita.

O truque desses artistas da extrema-esquerda é fingir que criticar obras com pedofilia e zoofilia constituem “difamação”. Daí estão se juntando para fazer vídeos com narrativas tentando intimidar os críticos ao fingir que fazer críticas às exposições do MAM e do Queermuseu é “censura”. (Na verdade é o oposto, pois num ambiente sem censura as pessoas podem criticar obras artísticas à vontade e até questionar o uso de verba estatal nessas obras, além de sua exposição a crianças, no caso de serem obras violentas ou pornográficas)

Seja lá como for, o truque é manjado e a direita já está percebendo que toda a encenação do movimento criado por Paula Lavigne é puro teatro.

Vale ver este ótimo vídeo em que uma crônica de Alexandre Garcia é lida:


O fato é que a elite de artistas globais – que vivem em sua Torre de Marfim, de onde humilham o resto do povo – não liga para nenhum argumento razoável. Não querem discutir nada. Não querem deixar de expor crianças à pornografia. Não querem deixar a direita questionar o uso da Lei Rouanet.

Eles sabem que estão do lado errado da história.

Por isso mesmo, decidiram lançar mão de todos os seus recursos.

Mas é aí que está a grande oportunidade para a direita.

Se a extrema esquerda convocou seus artistas milionários é por estarem desesperados, com medo de não conseguirem mais usar a Lei Rouanet e nem de conseguirem expor crianças à pornografia.

Mas os artistas milionários são a tropa de elite da extrema esquerda. Eles são particularmente perigosos pois estão mais acostumados a fingir e dissimular, até por causa de sua profissão. (Isso não é um preconceito contra os artistas, mas a constatação de que encenar é parte fulcral da profissão do artista)

Ora, se estamos dispostos a vencer essa elite artística arrogante, isso significa que estaremos vencendo o que há de mais poderoso no Exército dos totalitários, que amam o socialismo (para poderem esmagar o resto do povo).

Ao vencer essa tropa de artistas arrogantes, estaremos capacitando a direita a vencer o “estado da arte” em termos de dissimulação. A aquisição desta habilidade terá importância central para 2018, quando lutaremos contra essa gente para impedir que o PT ou um novo PT cheguem ao poder.

A vitória sobre essa elite artística agora criará uma direita muito mais preparada para vencê-los em 2018. Ao mesmo tempo, essa vitória hoje – na luta que eles impetraram contra o MBL – servirá como uma lição, onde diremos “não é tão fácil para vocês se juntarem para derrubar direitistas a partir dos jogos mais sujos que existem; estamos prontos para revidar em bloco”.

Em suma, a direita só tem a vencer se estiver unida para derrubar essa nova ação da extrema esquerda envolvendo artistas milionários tentando intimidar aqueles que criticam a Lei Rouanet e a exposição de crianças à pornografia.
Texto: mrk, Ceticismo Político, 8-10-2017

Relacionados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-