quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Damares sobe o tom contra filme acusado de erotizar crianças

“Não faremos concessões a nada que normalize a pedofilia”, afirmou a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos 

Cristyan Costa

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves [foto], se manifestou contra a exibição do filme da Netflix, Cuties, chamado de “Lindinhas”, no Brasil. A obra é acusada por vários líderes mundiais e internautas de sensualizar meninas e normalizar a pedofilia. “É abominável uma produção como a desse filme. Meninas em posições eróticas e com roupas de dançarinas adultas”, escreveu Damares no Instagram.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

“Não faremos concessões a nada que erotize ou normalize a pedofilia! Quero aproveitar e dar um recado aos pedófilos que por anos têm vindo ao Brasil abusar de nossas crianças: no Brasil existe um governo que se importa de verdade em proteger as crianças e as famílias”, acrescentou. Além disso, a pasta estuda medidas judiciais para impedir a veiculação do filme no país, conforme noticiou o jornal Gazeta do Povo. 

Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 16-9-2020, 10h

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-