terça-feira, 15 de setembro de 2020

Médica garante ter provas de que a covid-19 foi criada em laboratório chinês

“Este vírus não é da natureza”, afirmou a virologista Li-Meng Yan

Cristyan Costa

A virologista chinesa Li-Meng Yan [foto] afirmou que a covid-19 foi criada em um laboratório de Wuhan, na China, controlado pelo Partido Comunista. Conforme ela, o governo sabia antecipadamente do potencial de propagação do vírus. Contudo, em nota, o país oriental nega as acusações. Durante uma entrevista concedida ao programa britânico Loose Woman em 11 de setembro, Li-Meng sustentou que há comprovação da origem do coronavírus no genoma do patógeno. Ela garante que vai publicar um artigo com as evidências científicas que comprovam as denúncias.

Foto: Reprodução/Fox News
“A sequência do genoma é como a impressão digital humana. Com base nisto, pode reconhecer e identificar essa coisa. Dessa forma, utilizei as provas existentes na sequência do genoma do Sars-CoV-2 para dizer às pessoas porque é que isto veio da China, porque é que eles são os únicos que o fizeram”, explicou. Especializada em virologia e imunologia na Escola de Saúde Pública de Hong Kong, Li-Meng declarou que fez duas investigações sobre a covid-19 na China: a primeira, em dezembro de 2019 e, a segunda, em janeiro deste ano. Segundo ela, “este vírus não é da natureza”.

Título e Texto: Cristyan Costa, revista Oeste, 15-9-2020, 10h

2 comentários:

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-