domingo, 19 de maio de 2019

Hoje, domingo, 19 de maio de 2019, em Sintra, Portugal


Relacionados:

[As danações de Carina] Não inflói nem contribói

Carina Bratt

“O coisinha tão bonitinha do pai, o coisinha tão bonitinha do pai” – diz claramente uma composição bem composta e com compostura de Jorge Aragão, na voz maviosa de Beth Carvalho. Verdade ou não, sabemos que o amor é cego. Cego como uma porta antiga, dos tempos em que as chaves se faziam conhecidas por “tramelas”, e se pegava linguiça com cachorro. Em casos assim, quem manda é o coração. O coração da porta, sempre, nunca o da casa. 

Rapidamente como quem rouba, farei referência ao casal de oitentões, dona Aristótola Silfa e seu marido senhor Pedro Granulado de Oliveira Silfo. O encontro deles foi de fato, amor à primeira vista. Por sinal à vista vasta, multipliciada dilatada e, com certeza, em razão disso, esse enlace perdurará até que a morte os separe. Se é que a morte separa alguém de alguma coisa...


Não vem ao caso essa discussão. Tanto ele, o senhor Granulado, quanto ela, dona Aristótola, gritarão, a plenos pulmões, e aos palmões, um pomposo e flamejante “até que a morte nos separe”. Jamais comungarão essa aberração dos casais de hoje, o famigerado e inconcebível “até que um amante safado nos mande cada um para um lado”, chupar prego até virar bala de coco, sem levar em conta que os olhos são as janelas da alma e as bocas, as portas de entrada e também de escape.

De entrada e saída, ou escape, para (caso se desentenderem), compreenderem sem delongas estarem na trilha errada, e, em vista disso, deixarem adentrar aqueles jargões do tempo do ronca, gírias que ensinam sempre aos pombinhos que eles, a dupla, são como corda e caçamba. Enquanto um descansa, o outro carrega pedra. Acreditam piamente que ainda vão passar muitas pontes por debaixo dessas águas.

Casal que se ama se assemelha a unha e carne. A madeira de dar em doido. A pegar o boi pelos chifres. Equipara a tampa e panela. Nivela meia e sapato. Reúne chulé e frieira. Delineia hospital e doente, rascunha defunto e caixão, plagia campa e cemitério. Resumindo: O senhor Granulado Silfo é o queijo e ela, dona Aristótola Silfa, a goiabada. Goiabada sem queijo se aproposita a abraço sem beijo, a criança sem choro, a perfume sem cheiro, torneira sem água, grampeador sem grampinho, mesa sem cadeira, revolver sem bala, favela sem favelado.

Falta explicar o Silfa da dona Aristótola. Seu Silfa originou de um gênero de insetos coleópteros, entre eles, a conhecidíssima silfa-sepultadora e a silfa liga ou a silfa grudada. Exemplo típico de uma silfa afamada e prestigiosa de todos nós: a barata. A barata é uma Silfa disfarçada. Nos remete à Kafka sem o Franz. Em caminho oposto, o Silfo do senhor Granulado pertence a uma entidade da mitologia céltica e germânica da Idade Média. Silfa e Silfo, portanto, metamorfosearam a exasperação do caixeiro viajante Gregor Samsa. Frutificou deveras, com o passar dos janeiros.

Charada (872)

Quando Isabel me telefonou
seis dias, disse que
só voltaria a telefonar-me
na véspera de uma quinta-feira.
Fiz as contas e conclui que esse
dia será depois de amanhã.


Em que dia da última semana
me telefonou a Isabel?

Charada (871)

Se Antonieta
lê um livro com
100 páginas em
6 dias, em quantos
dias lerá um
livro com 150
páginas?

Charada (870)

Complete o provérbio popular:
“Nunca o invejoso medrou, ...”

a) nem quem um dia o aturou:
b) nem o seu vizinho singrou;
c) nem o bondoso que o perdoou;
d) nem quem ao pé dele morou.

sábado, 18 de maio de 2019

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Lava-jato nas nuvens!

Alberto José

Segundo delação homologada, o presidente da ABEAR - Associação Brasileira das Empresas Aéreas administraria o fundo de Caixa Dois no qual a GOL, a TAM (Latam), Azul e a Avianca contribuíram com R$ 2,5 milhões para oito parlamentares (ativos) em troca do bom relacionamento com o Poder Legislativo.

A GOL teria contribuído com cerca de R$ 800 mil. A delação premiada foi homologada pelo juiz Valisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal de do DF e assinada pela Força Tarefa do MP.

Meu comentário:  Para obter pequenos favores de agentes públicos, a Varig costumava dar passagens, hospedagem, empregos e até moderno equipamento de cultura física. Se soubesse das possibilidades do Caixa 2, a Varig ainda estaria voando!!
Imagem e Texto: Alberto José - baseado em reportagem de O Globo, de 17-5-2019



Eita baiana arretada!

"Mas o que é isso, ministro?"

[Pensando alto] “Dará certo o governo Trump?”, perguntava Pedro Caldas, em janeiro de 2017

Pedro Frederico Caldas

A arte da previsão consiste em antecipar o que acontecerá e depois explicar o porquê não aconteceu.
Churchill

Dará certo o governo Trump?

Quando o futuro for passado, saberemos a resposta. Por ora, tudo é especulação, embora, como na previsão do tempo, tenhamos algumas pistas.

A despeito disso, a imprensa e a opinião pública brasileiras são quase unânimes em afirmar que tudo dará errado. Se essa previsão estiver na mesma linha daquelas onze em cada dez que previam a sua derrota, tudo dará certo.

A previsão do tempo tem grande probabilidade de acerto nos dias que correm. Supercomputadores, modelos matemáticos, satélites meteorológicos, boias oceânicas, históricos e estatísticas meteorológicos, toda essa parafernália forma um conjunto de bons instrumentos para dizer se vai chover, se vai haver tempestades, furacões, secas inundações e toda e qualquer outra intempérie e, não menos importante, se o tempo vai ser bom.

Apesar disso, há falhas cômicas. Há alguns anos, com base nas tendências do aquecimento global (global warming), foi feita uma previsão de que onze furacões se formariam, nove atingiriam os Estados Unidos, e seis deles seriam devastadores. No ano dessa previsão, nada de anormal aconteceu. Repetiram a previsão no ano seguinte, e nada. Pararam de fazer tais previsões catastróficas. O ano passado foi o décimo primeiro sem um furacão devastador na Florida, o que não quer dizer que a qualquer ano não apareça algum.

O que isso quer dizer? Quer dizer que todas as previsões, mesmo aquelas baseadas em modelos científicos, podem falhar.

No campo da política, onde não se pode usar sofisticada tecnologia, devemos separar o que é uma previsão razoável de uma torcida fanatizada.

Em política, sempre cético. Já vi muita coisa, no Brasil e no mundo. Tendo sempre a não acreditar em promessas eleitorais e nas intenções altaneiras dos políticos. Outra coisa que também me faz sempre estar com um pé atrás é a certeza absoluta dos eleitores. É que toda eleição, umas mais, outras menos, os ânimos se exacerbam e as pessoas tendem a perder o senso crítico. Passadas as eleições, principalmente quando a disputa foi acirrada, há sempre uma massa de derrotados inconformados com o revés eleitoral e há uma tendência desse inconformismo se transformar em visões apocalípticas.

Dar amor

Nelson Teixeira

O amor é como uma caixinha, onde se coloca e se tira… Quando se dá amor, se tira da nossa caixinha e coloca na caixinha de outro. Quando se recebe amor se tira da caixinha de outro e se coloca na nossa.

Se você só recebe e não dá, a caixinha lota e ninguém mais consegue te dar amor. Se você só dá, chega uma hora que acaba o seu. Por isso na vida, é importante dar e receber amor.

Nem sempre, aquele que recebe de nós é o que nos dá. Nem sempre damos àqueles de quem recebemos.

Não deixe a sua caixinha esvaziar, nem deixe sua caixinha lotar. Saiba dar e receber.
Título e Texto: Nelson Teixeira, Gotas de Paz, 17-5-2019

Presidente Bolsonaro desabafa


Bolsonaro denuncia a Globo, esculacha Folha de São Paulo, detona Lula e desmente jornalista!


Texto e Vídeo: Folha do Brasil, 16-5-2019

[Aparecido rasga o verbo] Tal mãe, tal filha

Aparecido Raimundo de Souza

Quando não se pode dizer a verdade, mas se diz algo semelhante à verdade, não se está traindo a verdade”.
José Mauro de Vasconcelos – escritor. Autor do livro “O meu pé de laranja lima”.


O TELEFONE TOCOU INSISTENTEMENTE na residência da senhora Viviane Cardoso de Godói. Ao ouvir o som do aparelho se destrambelhando, fez sinal para que a sua filha Tati, de cinco anos, que tomava seu café matinal, atendesse. Antes que a menina tirasse o auscultador do gancho, a mãe insistiu com veemência para que a pequena dissesse a quem quer que estivesse do outro lado da linha (ainda que a figura do papa ou do presidente da república), não importava quem fosse, ela não se encontrava em casa. A guria, contudo, cara de poucos amigos, sem entender bulhufas, contestou:

- Mas a senhora está aqui, mamãe. É feio mentir.
- Faça o que eu digo e não faça o que eu faço. Eu não estou. Não está vendo que eu saí cedo?
- E a senhora foi aonde mamãe, às oito e meia da manhã?
- Invente uma desculpa qualquer. Seja criativa. Sei que arranjará uma boa desculpa. Atenda logo essa porcaria. A campainha dessa droga me irrita os tímpanos e me tira do sério! Vamos, Tati, se mexa... não estou pra ninguém. NINGUÉM!

A menina obedeceu, o semblante fechado:
- Alô?  Bom dia. Quem é?
- Bom dia, aqui é o Pedro das “bugigangas”. Dona Viviane se encontra?
- Não.
- Saiu?
- Mais ou menos...
- Como, mais ou menos? Ela está ou não?
- Não sei não senhor. Dona Rosa, a vizinha aqui do nosso lado esquerdo acabou de me dizer que ela foi abduzida.

- Não entendi. Foi o quê?!
- Abduzida.
- Abduzida?
- Foi o que eu disse.
- Meu Deus, que absurdo. A sua vizinha falou isso pra você?
- Sim senhor...
- Essa senhora que disse essa barbaridade está aí do seu lado? Deixa eu falar com ela. Passe, por gentileza, o telefone. É urgente.

- Não senhor. Dona Rosa deu meia volta e correu para avisar aos outros moradores próximos...
- Mocinha, como é o seu nome?
- O meu?
- É.
- Tati.
- Muito bem, Tati. Lindo nome.
- Obrigada. Foi papai quem escolheu. Se fosse pela vontade de mamãe eu seria batizada Sara.
- Quantos anos você tem, Sara?
- Eu? Cinco. E não é Sara, é Tati.

Charada (867)

Indique uma
cidade portuguesa
cujo nome é um
anagrama
de um sinônimo
de “Poldro”.

LIVE com o presidente Bolsonaro, 17 de maio, em Dallas, Texas, EUA


quinta-feira, 16 de maio de 2019

Discurso do Presidente Jair Bolsonaro ao receber o prêmio de Personalidade do Ano

O Presidente Jair Bolsonaro é o ganhador brasileiro do prêmio Personalidade do Ano de 2019 pela Câmara do Comércio Brasil-Estados Unidos. Bolsonaro é homenageado em cerimônia em Dallas no Texas em almoço organizado pelo World Affairs Council de Dallas/Fort Worth.

O anúncio foi feito pela revista Forbes, mediadora do prêmio. Todos os anos, a premiação homenageia duas personalidades, uma brasileira e outra norte-americana, que tenham contribuído para o desenvolvimento das relações financeiras e diplomáticas entre as duas nações.

Para a Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, a escolha do Presidente Bolsonaro é um reconhecimento de sua firme intenção de estreitar os laços comerciais e diplomáticos entre o Brasil e os Estados Unidos, e seu firme compromisso de construir uma parceria forte e durável entre as duas nações.

O atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi escolhido para a homenagem no ano passado, quando ainda era o juiz responsável pela Operação Lava Jato.

Em 2017, o então prefeito de São Paulo e atual governador de São Paulo, João Doria, recebeu o prêmio.


Título, Texto e Vídeo: Folha do Brasil, 16-5-2019

Programa pretende ampliar serviços e horários de postos de saúde

Pedro Peduzzi

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
O Ministério da Saúde pretende ampliar os serviços e os horários de atendimento das unidades de saúde da família (USFs). Por meio do programa Saúde na Hora, anunciado hoje (16), a ideia é disponibilizar mais recursos para prefeituras que, em contrapartida, devem cumprir requisitos como abrir as unidades de saúde no horário de almoço, à noite e nos finais de semana, bem como manter prontuários eletrônicos atualizados.

“Esse programa inicia a reorganização da atenção primária [à saúde]. Ele tem um olhar que facilita para que o gestor municipal possa reorganizar o horário de funcionamento e o número de equipes e os critérios mínimos de atendimento de suas unidades, priorizando a gestante, a vacinação, e dando, às USFs utilização, uma vez que são prédios públicos que ficavam abertos somente das 7 às 11h e das 13 às 17h”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta [foto], hoje (16) ao anunciar o programa.

Foto: José Cruz/Agência Brasil
Dessa forma, o governo pretende auxiliar os gestores municipais a reorganizarem o formato dessas unidades que, atualmente, é de 40 horas semanais. “Acrescentamos os [formatos] de 60 e 75 horas semanais. Isso descomprimirá a porta de urgência das unidades de pronto atendimento e dos prontos-socorros”, acrescentou.

As unidades terão, também, de ampliar a oferta de serviços à população. Entre os serviços a serem prestados estão o de acolhimento com classificação de risco; consultas médicas e de enfermagem nos três turnos; consultas de pré-natal; oferta de vacinação; coleta de exames laboratoriais; rastreamento de recém-nascidos, gestação e de doenças sexualmente transmissíveis; e pequenos procedimentos injetáveis, curativos, além de pequenas cirurgias e suturas.

De acordo com levantamento apresentado pelo ministro, 336 USFs já funcionam em horário ampliado; e 2.289, localizadas em 400 municípios, já estão aptas a participar do programa. A essas cidades basta enviar proposta ao Ministério da Saúde por meio do sistema E-Gestor. A proposta deverá informar quais unidades pretendem adaptar ao novo modelo.

Sem a reforma da Previdência o Brasil não cresce, explicou Davi a investidores em NY

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, participou nesta quarta-feira (15), em Nova Iorque, do Lide Brazilian Investment Forum, que reúne empresários norte-americanos e brasileiros. Ele voltou a defender a reforma da Previdência e disse que sem ela o Brasil está "fadado ao fracasso".


Título, Texto e Vídeo: TV Senado, 15-5-2019

Diretor da ANAC diz que para passageiros, a solução é aumentar a concorrência para não aumentar o preço das passagens!

Alberto José

O governo, enfim, se manifesta: "ANAC não quer Avianca vendida a concorrentes". 

Foto: Fábio Guimarães/Agência O Globo
O Diretor da ANAC, Juliano Alcântara Noman, fez um apelo pela aprovação da medida provisória (MP) que derruba restrição ao capital estrangeiro nas empresas nacionais (...) ele disse que, apesar de iniciativas da ANAC para aumentar a concorrência, a história do setor está se repetindo.  Citou a compra da Webjet pela GOL e da Trip pela AZUL, o que resultou em maior concentração e aumento nas passagens.

A IATA suspendeu a Avianca Brasil do sistema BSP (Billing and Settlement Plan) o que impede que a aérea seja utilizada em voos que complementam operações internacionais.

A Avianca está recorrendo ao TST para evitar que os aeronautas iniciem uma greve a partir de sexta-feira.

Comentário: A GOL e a LATAM estão se programando para dividir o "filé" da Avianca; e os funcionários?  Vão receber os direitos trabalhistas ou a Justiça vai desobrigar os "arrematadores" de pagá-los, como fez no caso da Varig e do laranja Lap Chan, do fundo Mattlin Patterson? 

Título e Texto: Alberto José,  sobre reportagem de O Globo, 16-5-2019 



Casal de turistas paga 81 euros por dois hambúrgueres e três bebidas

Recibo da conta final foi publicado nas redes sociais e gerou indignação entre os internautas.


Um casal de turistas pagou mais de 81 euros por dois hambúrgueres, um café e dois cappuccino em Roma, Itália, e posteriormente publicou o recibo da conta final nas redes sociais, gerando indignação a muitos internautas.

Segundo avança a imprensa italiana, o casal ficou furioso com o que aconteceu, no passado dia 9 de maio.

Na conta é acrescentado ainda o serviço de mesa, com o custo de 7,40 euros.

Já não é a primeira vez que o café é alvo de acusações deste género, sendo que é conhecido por enganar os turistas, de acordo com a mesma fonte, uma vez que os preços não são exibidos em público.
Título e Texto: Correio da Manhã, 15-5-2019

Charada (866)

Sebastião tem apenas
dois filhos,
Fernão e Egas,
e apenas três netos,
Dinis, Gil e Gastão.
Se Fernão tem apenas
um filho
e Dinis tem
um irmão,
qual é o parentesco
entre Gil e Gastão?
Home