quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Hotel cobra R$ 6,00 pelo empréstimo de um prato

Marcelo Braga
Estou em São Paulo (no Slaviero Slim – Congonhasonde participei hoje (30 de janeiro) de um curso o dia todo.

Por retornar ao Rio de Janeiro amanhã cedo preferi pedir uma pizza para ser entregue no próprio hotel. Quando a pizza chegou fui informado pela recepção e desci para poder pegá-la. Até ai tudo normal.

Pelo fato do quarto não ter prato e nem talheres à disposição fui até o bar do próprio hotel e perguntei se poderia me emprestar um prato e talher para eu poder comer.

ACREDITEM, me cobraram uma taxa de R$ 6,00 pelo prato!

Calma que o que era inacreditável vai piorar. Debati com a menina do Bar, cujo nome é Vania, e ela me disse que eram normas do hotel. Pedi para falar com um gerente e ela me disse que não havia nenhum.

Segundo ela não havia nenhum superior que pudesse resolver qualquer problema e que seriam os funcionários que resolveriam caso acontecesse algo. Já imaginando o que eu faria, pedi o prato e que pagaria mas que queria uma nota discriminada do que eu havia pago. Ela disse que também não poderia discriminar isso e que teria colocar na nota como guarnição extra (vide nota)!


Pedi o prato. Ao ver o prato sem o talher, indaguei sobre ele e ela me disse: " talher são mais R$ 6,00!"

Kkkkkkk. Só rindo! Tinha uma senhora ao meu lado que também considerou um absurdo e o que a Vania me disse foi o seguinte: "se quiser tem guardanapo!"e aí rebati: quanto custa cada guardanapo?
Ela, debochadamente, respondeu: "Aproveita que ainda é de graça.”

Bom, para não agir da forma que me conheço, e quem me conhece sabe, paguei, peguei a nota e aqui está para poder comprovar a forma ABSURDA que esse Slavieiro Slim, localizado em São Paulo, na rua Baronesa de Bela Vista, 499 - Vila Congonhas, São Paulo, trata um hóspede que tem a infelicidade de ficar aqui.

Tenho medo que esse prato venha a cair e quebrar quando eu for embora ou eu incorporar um prego após comer a pizza...
— em Hotel Slaviero
Imagem e Texto: Marcelo Braga, 30-1-2016

7 comentários:

  1. prato pago e talheres pagos, eu os levaria para casa.

    ResponderExcluir
  2. O sr. Marcelo não disse se esses 6 reais seriam restituídos ao devolver o prato...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SUBENTENDE-SE QUE APÓS EMISSÃO DE CUPOM FISCAL, A COMPRA FOI FEITA.
      NÃO SENDO CONSIDERADO ALUGUEL OU EMPRÉSTIMO.

      Excluir
    2. Pqp amigo! Não fala besteira

      Excluir
    3. ANÔNIMO MERECE!!!!
      A NOTA FISCAL COM O RECIBO ESPECIFICA COMPRA, NÃO HÁ NADA SOBRE EMPRÉSTIMO OU ALUGUEL.
      SE A PUTA QUE TE PARIU NÃO ENSINOU BOAS MANEIRAS . APRENDA-AS.

      Excluir
  3. Ô MARCELO BRAGA, MANDA ESSA ESTÓRIA PARA O "PROGRAMA FURADO" programafurado@oglobo.com.br Alberto Jose

    ResponderExcluir
  4. Sr. Marcelo,
    Super concordo com a cobrança.
    Você retirou o prato e os talheres limpos, irá devolvê-los sujos.
    Haverá um trabalho humano (cujo existe um custo "salário"), também haverá gastos com á água e o detergente que lavará o prato limpo que o Sr fez questão de sujar consumindo algo que não é do próprio hotel ou do próprio restaurante do hotel, caso exista um.
    Vamos ter um pouco de bom senso meu querido.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-