segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Quem aqueceu o clima no período medieval?

ABIM

O Período Quente Medieval atingiu todo o planeta, alcançando seu auge nos anos 1000-1200.

Estudo da Universidade de Hamburgo (Alemanha) confirmou o aquecimento do clima na América do Sul durante a Idade Média, embora ele não possa ser atribuído aos seres humanos, pois os índios só possuíam técnicas primitivas de sobrevivência.

O relatório se limita a confirmar que o clima planetário tem ciclos de aquecimento e resfriamento. A contração das geleiras e ascensão da vegetação em zonas andinas, o abreviamento do inverno e a redução dos lagos resultaram de mudanças sem causa humana, mas o esquerdismo ambientalista insiste em nos fazer acreditar que o homem é sempre o responsável pelo aquecimento.
Título, Imagem e Texto: ABIM, 20-1-2019

8 comentários:

  1. Outra vez...é a orquestra do Titanic tocando e acreditando que o navio não afundará. Em todos os seguimentos há ignorantes. Perdoai!

    ResponderExcluir
  2. JÁ CHEGOU A HORA DE BOTANOCU DO BOTUCATU, AS PLAHAÇADAS CONSTANTES ESTRAGAM TODOS OS DEBATES, E ATÉ AS AMIZADES.
    ESSE CAFAJESTE TEM QUE CAIR FORA.
    DESCULPE-ME JIM, fosse eu o administrador já teria descoberto o IP desse lazarento, que distribui discórdia.
    Esta é a última vez que respondo ao crápula.
    Imitador drogado.
    fui...

    ResponderExcluir
  3. Além disso você pode solicitar ao seu provedor do seu site o endereço do remetente, apesar que como "owner" você decide aceitar ou não.

    ResponderExcluir
  4. Valeu pelas dicas! Vai ajudar bastante.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Em cartas à Coroa Espanhola os padres jesuítas descreveram tudo o que se passava nas Reduções indígenas, no Brasil e Argentina, no idos tempos do seculo XVII. Relatavam nascimentos e mortes, infraestrutura, contabilidade de colheitas, criação de bovinos e caprinos, etc. Mas o que impressiona é o relato de grandes enchentes, terriveis secas, invernos suaves ou geladíssimos e verões muito quentes. Três séculos se passaram....
    As cópias destas cartas encontram-se no museu de Santo Ângelo, RS.

    Marlise Zenzen

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-