segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Quem aqueceu o clima no período medieval?

ABIM

O Período Quente Medieval atingiu todo o planeta, alcançando seu auge nos anos 1000-1200.

Estudo da Universidade de Hamburgo (Alemanha) confirmou o aquecimento do clima na América do Sul durante a Idade Média, embora ele não possa ser atribuído aos seres humanos, pois os índios só possuíam técnicas primitivas de sobrevivência.

O relatório se limita a confirmar que o clima planetário tem ciclos de aquecimento e resfriamento. A contração das geleiras e ascensão da vegetação em zonas andinas, o abreviamento do inverno e a redução dos lagos resultaram de mudanças sem causa humana, mas o esquerdismo ambientalista insiste em nos fazer acreditar que o homem é sempre o responsável pelo aquecimento.
Título, Imagem e Texto: ABIM, 20-1-2019

8 comentários:

  1. Outra vez...é a orquestra do Titanic tocando e acreditando que o navio não afundará. Em todos os seguimentos há ignorantes. Perdoai!

    ResponderExcluir
  2. JÁ CHEGOU A HORA DE BOTANOCU DO BOTUCATU, AS PLAHAÇADAS CONSTANTES ESTRAGAM TODOS OS DEBATES, E ATÉ AS AMIZADES.
    ESSE CAFAJESTE TEM QUE CAIR FORA.
    DESCULPE-ME JIM, fosse eu o administrador já teria descoberto o IP desse lazarento, que distribui discórdia.
    Esta é a última vez que respondo ao crápula.
    Imitador drogado.
    fui...

    ResponderExcluir
  3. Além disso você pode solicitar ao seu provedor do seu site o endereço do remetente, apesar que como "owner" você decide aceitar ou não.

    ResponderExcluir
  4. Valeu pelas dicas! Vai ajudar bastante.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Em cartas à Coroa Espanhola os padres jesuítas descreveram tudo o que se passava nas Reduções indígenas, no Brasil e Argentina, no idos tempos do seculo XVII. Relatavam nascimentos e mortes, infraestrutura, contabilidade de colheitas, criação de bovinos e caprinos, etc. Mas o que impressiona é o relato de grandes enchentes, terriveis secas, invernos suaves ou geladíssimos e verões muito quentes. Três séculos se passaram....
    As cópias destas cartas encontram-se no museu de Santo Ângelo, RS.

    Marlise Zenzen

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-