terça-feira, 15 de janeiro de 2019

No alvo!

6 comentários:

  1. Desespero da petezada! Sindicatos de classe estão deixando trabalhadores preocupados com possível perda de direitos. Ao menos duas entidades que atuam em São Paulo estão ameaçando os trabalhadores que não pagam as contribuições sindical e assistencial de perderem direitos como reajuste salarial, vale-refeição, participação nos lucros, adicional noturno e outros.

    O UOL teve acesso a duas cartas em que sindicatos condicionam direitos trabalhistas ao pagamento das contribuições. Numa delas, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo cita a perda do reajuste salarial e outros benefícios. Em outra, o SindPD (Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo) fala de forma vaga sobre a perda de direitos, sem mais detalhes.

    Secou a teta da VACA! kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Veja também
    Sindicato pode estar descontando contribuição sem você saber
    INSS: Aposentadoria de quem ganha acima do mínimo sobe 3,43%
    Veja lista de profissões que devem bombar em 2019
    Empresa mais amada por empregados tem tratamento hormonal para trans

    As cartas estão nos sindicatos e precisam ser assinadas por quem for pedir isenção das contribuições. No meio delas, está escrito que o trabalhador concorda em abrir mão dos acordos coletivos (no caso dos metalúrgicos, o documento cita explicitamente reajustes salariais; na carta do SindPD, fala-se em desistir de "direitos conquistados").

    ResponderExcluir
  2. Falando em PT (após tomar remédio para náuseas), soube-se pela imprensa que Cesare Battisti morou anos numa casa de Magno Malta, em Cananéia no litoral de SP, até que um ano atrás comprou a sua com o dinheiro dos direitos autorais dos seus livros.

    Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhh, entendi!

    Magno Malta não é aquele que transitou pelo Hospital Albert Einsten e visitou o capitão enquanto este esteve em procedimento de recuperação da facada que levou do "esquisito" Adélio?

    Huuuummmmmmmmmmmmmmm...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Magno Malta já foi cabo eleitoral de Dilma.

      Excluir
    2. Adélio virou rato de laboratório. A defesa não compareceu.
      Obs:Era só espremer o saco que ele confessaria.

      Excluir
    3. A casa que abrigava Battisti era de Magno De Carvalho-sindicalista. A casa que abrigou a mãe de seu filho quando Battisti a conheceu, também era de Magno de Carvalho. Tudo em Cananeia.

      Excluir
  3. Gleisi Hoffmann apoiando Maduro. PQP!

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-