terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Praga da lagarta do pinheiro pode levar ao aparecimento de urticárias

Teve início o período de infestação pela processionária - lagarta do pinheiro. Sempre que sejam identificados ninhos ou lagartas informe a Proteção Civil Municipal – 219 105 880

Sintra Notícias

Começou o período de infestação dos pinheiros pela processionária, vulgarmente conhecida como ‘lagarta do pinheiro’, a qual pode levar ao aparecimento de urticárias agudas de contato, sobretudo em ambientes escolares.


Como forma de prevenção, recomenda-se à população que evite passear em locais onde existam pinheiros, durante os meses de janeiro a maio, ou levar a passear animais de estimação durante esse período.

O contato com a processionária do pinheiro (bravo e manso) causa diversas alergias, tais como: irritação na pele, nos olhos e no aparelho respiratório, com gravidade dependendo de cada pessoa.

Em caso de aparecimento de sintomas de alergia, o Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara de Sintra recomenda que seja consultado de imediato o posto médico mais próximo ou através do telefone do Serviço Nacional de Saúde (SNS): 800 24 24 24.

Como identificar:
·      Lagartas que estão em crescimento ativo e constroem os ninhos de Inverno designados vulgarmente novelos de seda;
·      As lagartas completamente desenvolvidas abandonam os ninhos e descem as árvores para se enterrarem no solo.
·         Normalmente andam umas atrás das outras em procissão, daí o nome processionária.

A autarquia de Sintra aconselha a todos – especialmente crianças – evitar ao máximo o contato com estas lagartas ou semelhantes, nas árvores ou no solo.

Sempre que sejam identificados ninhos ou lagartas informe a Proteção Civil Municipal de Sintra – 219 105 880.


Fonte: Sintra Notícias, 10-1-2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-