sexta-feira, 11 de março de 2016

A resposta de Thomaz Raposo




Relacionados:

2 comentários:

  1. Veja concluindo, além do Aerus Seguro, a minha Associação Forte. Jim inclua no comentário abaixo!!!
    Obrigado!

    Jim, Agora lendo a resposta, não sei porque separastes o mesmo assunto. Já deixei meu comentário a respeito onde o Sr Aubiérgio, o Liquidante responde.

    Como Associado da Aprus e Beneficiário do Aerus, o que quero é meu Aerus Seguro!!
    H Volkart

    ResponderExcluir
  2. Fosse eu,figura pública, já teria obrigado judicialmente qualquer comentários na Internet sobre processos em meu nome dos quais fui envolvido e obrigado judicialmente a eles colocarem a palavra ABSOLVIDO.
    Eu creio que fica mais fácil processar associações de pessoas que quase não tem condições de pagar suas mensalidades, privando-se talvez até de algum medicamento.
    Fica mais fácil processar pessoas que não tem condições financeiras de contratar bons advogados em foro diferente da cidade onde moram, obrigando-os a usarem defensorias públicas.
    A SPC hoje PREVIC já foi praticamente condenada, em nossa ação judicial,caso houver prejuízos, novamente deveremos busca outra vez a justiça.
    Acho que a APRUS tem todo o direito de contestar, essa mudança de gestor, assim como o gestor tem a obrigação de fazer trabalho igual ou melhor que o anterior. Se o Google publica matérias que difamam um funcionário público que diz-se inocente, a própria PREVIC deveria pedir a retirada destes falsos comunicados da Internet, para mostrar a lisura e competência de seus burocratas, ou tornar público às suas lisuras e inocências, nos episódios pra dirimir as dúvidas dos envolvidos.
    Creio que Thomáz e Aubiérgio deveriam ter agido de forma menos pública e se pronunciarem após um entendimento ou desentendimento que acontecesse.
    Tínhamos um gestor de ótima relação, um site eficiente que agora possui modificações supérfluas. Acho justo que mantivessem-no, assim como uma portaria de remanejamento de reciclagem de postos, pode produzir males por vezes incorrigíveis.
    Nós do AERUS temos o legítimo direito de reclamar da troca com a PREVIC, o Senhor Aubiérgio não possui o direito de contestar nossas preocupações. Quem nos deve a explicação é o setor governamental para quem ele trabalha. Sua ilibada reputação e sua integridade e capacidade profissional deveria ser contestada pelo órgão.
    Em toda minha vida profissional nunca precisei comprovar a minha capacidade profissional, a VARIG empresa na qual eu trabalhava nunca a contestou, nem foi obrigada a fazê-lo.
    Não é minha pessoa que tem que provar minhas qualidades profissionais, é a empresa para qual eu trabalho.
    Sempre procuro a sinceridade e franqueza no que escrevo.
    Espero não ter magoado egos, mas assim é como penso.
    fui...

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-