domingo, 8 de maio de 2016

“Tchau querida, tchau querido”: capa da Veja mostra como discurso petista está estraçalhado

Luciano Henrique

A capa da Veja deste final de semana é sensacional, principalmente por mostrar como a derrocada de Cunha está na verdade atrelada à derrocada de Dilma.

Além do que a revista nos mostra – fiz questão de adquirir esta edição – fica claro que não adianta mais um petista vir dizendo que “você é amigo do Cunha”, pois, se for assim, os petistas são “irmãos de sangue do Cunha”. Pois se a oposição contou com a pressão sobre Cunha para forçá-lo a levar a frente o impeachment, os petistas contaram com o apoio dele por doze longos e ininterruptos anos. Se ele é investigado por corrupção, todos esses atos foram praticados nos tempos da aliança ferrenha entre Cunha e Dilma.

Logo, as sujeiras de Cunha vão para a conta do PT. É simbólico e importante que eles caiam juntos. Quarta-feira é a vez de Dilma Rousseff, cujos crimes são até mais devastadores para o Brasil em comparação com os de Cunha.

Mas não relativizemos agora. Que ambos caiam juntos, por questão de justiça.
Título, Imagem e Texto: Luciano Henrique, Ceticismo Político, 7.5-2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!) isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-