quinta-feira, 31 de agosto de 2017

[Discos pedidos] I did it my way (Vivi do meu jeito)

My Way é o título em inglês da canção francesa Comme d'habitude, que foi lançada pela primeira vez pelo autor, Claude François, em 1967, na França.

Paul Anka adaptou uma versão em inglês.

A versão em inglês manteve somente a melodia, pois o texto é completamente diferente da versão francesa original. A versão inglesa, em resumo, conta a história de um único homem que tem a convicção de ter "trilhado o seu caminho" conforme a sua própria vontade após uma longa vida. Já a versão francesa canta a história, provavelmente na perspectiva masculina, de um casal que vive um relacionamento que já deixou de ser entusiástico e possui uma rotina fria.

Em 1968, Frank Sinatra lançou a versão adaptada por Paul Anka, e que virou um de seus maiores clássicos.

É uma das músicas populares mais gravadas da história.

Comecemos pela versão inglesa na voz do cantor japonês Kayama Yuzo:



Recordemos Frank Sinatra, com legendas em português:



Eis a versão original, de Claude François:



Ambas as versões me emocionam. A primeira, de Frank Sinatra, por identificação; a original, de Claude François, porque embalou os meus 17 anos, recém-chegado a Brazzaville, descobrindo (e curtindo) as 'surprise-party'

"Arrependimentos, tenho alguns. Mas eu fiz (e vivi) do meu jeito."

Anteriores:

3 comentários:

  1. Caro Editor, são muitas emoções vividas, "My Way", ou seja, de nossa maneira, do nosso jeito, no momento. Estas lembranças e vivências não têm preço!
    Te compreendo por também ter migrado para o Rio, grande Paul Anka. Arrependimentos todos temos, o importante é que vivemos este " My Way" e as surprise-party... que foram muitas!
    Te digo, as faria tudo novamente!!!
    Saudades!!!
    Na vida, o importante é o que vivemos, os livros, os discos, as paixões e os Amores, e nada mais!
    Agora temos que curtir as nossas cerejas no cesto!
    Saúde!!!
    Vamos em frente!
    Abraço Fraterno Editor!
    Heitor Volkart

    ResponderExcluir
  2. “Comme d’habitude” me lembrou Charles Aznavour em “Tu te laisses aller”
    https://youtu.be/fO-GfZ24WkY

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-