domingo, 27 de fevereiro de 2011

Cafés antidigitais, em Nova Iorque

Tomar um café. Trocar dois dedos de conversa. Ler um livro ou o jornal. Até aqui, tudo bem. Mandar e receber SMS, navegar na internet pelo portátil, ler no netbook ou num tablet... isso é que não! A polêmica está ao rubro, desde que cafés nova-iorquinos decidiram restringir e, até, proibir o uso de gadgets eletrônicos, por alterarem a estética e o ambiente do espaço, fazendo-o parecer um escritório. Os utlizadores consideram esta atitude um insulto, não apenas aos cibernautas e amantes da tecnologia mas ao próprio espírito dos cafés. Um problema interessante.
Fonte: Revista Visão, nº 937, 17 a 23-02-2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-