terça-feira, 1 de agosto de 2017

Exposição: Pedofilia, ou casamentos forçados no mundo

Mariées trop jeunes, l'exposition qui bouleverse Françoise Nyssen

Claire Conruyt

La ministre de la Culture s'est rendue ce mardi à la Grande Arche de la Défense, à Paris, pour découvrir les reportages de la photojournaliste Stephanie Sinclair. Une exposition mise en scène par le directeur du festival Visa pour l'image de Perpignan Jean-François Leroy, qui dénonce les mariages forcés dans le monde. On n'en ressort pas indemne.

Toutes les deux secondes, quelque part dans le monde, une jeune fille est mariée contre son gré. Plus de 140 millions avant l'âge de 18 ans. Certaines n'ont à peine que cinq années derrière elles. Népalaises, Yéménites, Indiennes ou même Américaines... Native de Miami, la photojournaliste Stephanie Sinclair a passé quinze ans à arpenter le globe afin de raconter l'histoire de ces femmes.

En Afghanistan, Ghulam, 11 ans, le regard fuyant et inquiet, s'apprête à épouser Faiz, un homme de 41 ans [Foto]. Au Népal, Surita Shreshta Balami, 16 ans et toute vêtue de rouge, hurle, désespérée, tandis que les habitants du village de Kagati, l'emmènent de force rejoindre son mari. Il y a quelque chose de troublant à contempler ces photos, à la fois terribles et belles. La surabondance des couleurs, l'explosion des nuances contrastent avec le thème si sombre de cette immense enquête.

(...
Claire Conruyt, Le Figaro, 1-8-2017 

9 comentários:

  1. Não consegui deixar de associar um assunto ao outro.
    Mas enquanto a França crítica exposição sobre pedofilia (casamento com menores), temos que o atual presidente ,Macron, foi "vítima " deste crime praticado por sua esposa quando ele tinha 15 anos e ela 39.
    As grandes naus espanhola e portuguesas a época dos descobrimentos tinham a bordo órfãos, meninos (grumetes) e meninas ,(órfãs do rei, recrutadas em colégios ou compradas nas ruas), que serviam as práticas sexuais dos marujos.
    Não raro eram jogados ao mar na volta, ou para dar lugar à carga, ou para que não reportassem queixas.
    Quanto ao islamismo esta prática remonta ao profeta e sua esposa Aisha, casaram-se, ela com 6 anos e ele com 50.
    Hoje alguns radicais consideram uma homenagem ao profetas "proteger" meninas de pouca idade, e os pais das mesmas agradecem aos mesmos pela "generosidade".
    Esta prática também era muito comum nos indígenas da américa do sul.
    Difícil entender, mesmo com argumentos, culturais, religiosos ou causados pela miséria reinante em alguns povos.
    Aqui no Brasil, principalmente no nordeste, ainda é comum casos de pedofilia e de casamentos forçados.
    Devem ser combatidos mas estão por estarem demais enraizados , pouca mudança poderá ocorrer. Talvez diminuídos. Já seria uma mudança positiva.
    Paizote

    ResponderExcluir
  2. Fez muito bem em "associar um assunto ao outro"
    Fez tão bem que a minha (tradicional) burrice não entendeu nada!
    Porra! Você é, ou não, contra a Pedofilia?

    ResponderExcluir
  3. QQue pergunta!!! Heim!! Soa-me ofensiva.
    Pelo fato de vc não entender , não justifica a dúvida.
    Como a alegada burrice não existe, fico a pensar porque deste gesto agressivo e gratuìto.
    Salvo se não me tens por um homem de bem!
    Mesmo porque ficou clara e transparente minha posição neste e em outros tópicosw sobre o assunto.
    Ao fim deste tópico digo :Difícil entender, mesmo com argumentos, culturais, religiosos ou causados pela miséria reinante em alguns povos.
    Aqui no Brasil, principalmente no nordeste, ainda é comum casos de pedofilia e de casamentos forçados.
    Devem ser combatidos mas estão por estarem demais enraizados , pouca mudança poderá ocorrer. Talvez diminuídos. Já seria uma mudança positiva.
    Paizote

    Responder

    Vide no outro tópico ;"Anônimo1 de agosto de 2017 04:48
    Religião que permite a pedofilia??? Mas como.??
    Recuso-me a crer , deve haver engano.
    E a religião que permita executar os líderes desta religião,demora a sair?
    Sexo com animais??. Sugiro para eles o porco-espinho.
    Eita nois!,,
    Paizote

    ResponderExcluir
  4. Já disse que gosto de "estar" aqui.
    E vi uma oportunidade de voltar quando li uma postagem que reclamava que as pessoas (salvo raras excesões ) não participavam ativamente.
    Talvez agora eu entenda.!
    Mesmo assim, não abrirei mão de meu direito de frequentar este blog.
    Direito facultado pela categoria pública do mesmo.
    Se minhas postagens serão publicadas ou não ,não me inporta.
    Já tive algumas postagens barradas aqui , mas a mim mais importante do que ser lido, é o exercicio salutar que faço ao escrever.
    Considero-me ofendido ,pela insinuação feita disfarçada de pergunta e da desculpa alegada.
    Como sei que não obterei pedido de desculpas , não faz parte da cultura do blog, considero encerrado o assunto.
    Porém como já disse, permanecerei por aqui,publicado ou não!
    Abraços à todos!
    Paizote

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jamais, vou repetir, jamais nenhuma postagem (ou comentário) foi "barrada".
      Lembro-me de ter comentado, há tempos, à guisa de sugestão, que se escrevesse o comentário em word, depois colasse-o na caixa de comentários.

      Excluir
  5. EM BIGA DE CACHORRO GRANDE SOMENTE ÁGUA FRIA.

    Entendi a posição de ambos apesar da miss relations entre ambos.

    Vou argumentar sob meu ponto de vista.
    Tanto índios americanos,, quanto muçulmanos praticam a entrega de fêmeas ao critério do chefe de família.
    No Islão é com qualquer idade, e os indígenas americanos na primeira menstruação.
    Os Índios americanos também pratica a eutanásia nos recém nascidos deficientes e nos velhos incapacitados, enterrando-os vivos, por questões religiosas não os matam, é um sacrifício.
    Bem eu adoro touradas, rinhas, vaquejadas, rodeios etc...
    Então vemos as questões culturais, que apesar de não gostarmos, não aturarmos, estão fora do alcance de nossas jornadas de políticas corretas ou não.
    São costumes próprios.
    As moças ciganas devem casar virgens.
    Isso é telurismo.
    No caso apesar de ser totalmente contra, não podemos acusá-los de pedófilos.
    Quem se atreveria a chamar de pedofilia os senadores romanos e seus pupilos.
    O assunto é controverso e nojento.
    Eu vejo mais ONGs protegendo animais que adoção de crianças.
    A igreja católica permitiu a pedofilia por anos.
    As moças mórmons, sikhs são prometidas pra casamento pelo pai, mas devem casar virgens, e muitas tem entre 12 e 18 anos.

    Quando o tema vem de encontro aos costumes adquiridos por séculos, como opinar-se a favor e como ser contra?
    fui..

    ResponderExcluir
  6. Sou contrário, objetivamente, ao casamento forçado e/ou pedofilia praticados na 'cultura' islâmica.
    Como sou contrário à excisão genital feminina praticada nessa religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, mas só nos resta reclamar e ser contra nada a fazer.

      Excluir
  7. "O politicamente correto foi uma invenção marxista com o fim de destruir a sociedade ocidental desde dentro" - Konstantin Preobrazhensky

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-