quarta-feira, 2 de maio de 2018

[Versos de través] Dia do Trabalhador

Haroldo P. Barboza

Escasso
Na falta de saúde
Procure um posto
Para pagar o imposto.

Aprendizado
Menor abandonado
Usa cola
Dentro e fora da escola.

Horário
Se foi assaltado na madrugada
Procure a delegacia
Depois do meio-dia.

Remuneração
Para cobrir impostos
Um trimestre de trabalho
É o que sai do salário.

Visão
Barracos nas encostas
Vislumbram mansões
De suspeitos figurões.

Homenagem
Nem no seu dia
Trabalhador
Goza de mordomia.

Liberdade
Escravo do tempo
Só faz o que ele diz
Liberte-se e seja feliz.
Título e Texto: Haroldo P. Barboza, Rio de Janeiro, 1-5-2018

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-