sábado, 4 de maio de 2019

Aparecido rasga o verbo] A voz e o poder da criação silenciaram

Aparecido Raimundo de Souza

O que importa é o caminhar...”.
Antunes Filho

Faleceu na noite desta quinta-feira (2 de maio), aos 89 anos de idade, no Hospital Sírio-libanês, vítima de um câncer em estágio bastante avançado, JOSÉ ALVES ANTUNES FILHO (ou ANTUNES FILHO), nascido em 12 de dezembro de 1929, no bairro Bixiga, centro de São Paulo.

Um dos principais nomes do teatro brasileiro, Antunes Filho [foto] começou nessa carreira em 1952, como assistente de direção. Trabalhou com nomes famosos e influenciou artistas como Ziembinski, Jacobbi, Bollini, Adolfo Celi e Luciano Sale, entre outros.

Foto: Patrícia Santos/Estadão
Estreou nos palcos 66 anos atrás, com a peça “Week-end”, de Noel Coward. Em 1958, fundou uma Companhia de Teatro de Comédia, companhia essa que dirigiu por trinta e um anos. Ficou nessa companhia até 1960, quando então retornou para o Teatro Brasileiro de Comédia e também para o CPT ou Centro de Pesquisa Teatral. Encenou e dirigiu “O Diário de Anne Frank”. Ganhou vários prêmios importantes, entre eles um da Associação Paulista de Críticos de Artes e outro da Associação Carioca de Críticos Teatrais.

Ganhou destaque ao encenar “Macunaíma”, de Mário de Andrade. Produziu e dirigiu o longa metragem “Compasso de espera”, sobre racismo. Montou em paralelo, várias obras de autores importantes, entre eles, Shakespeare e Nelson Rodrigues. De Nelson, “A Falecida”, “Bonitinha, mas ordinária” e “Vestida de Noiva”.

O teatro brasileiro perdeu, pois, um mestre. Em sua despedida, no SESC Anchieta, aqui em São Paulo, anotamos nomes famosos como Laura Cardoso, Sabrina Petráglia, Cacá Carvalho, Irene Ravache, Toni Ramos, Giulia Gam, Juca de Oliveira, Malu Mader, e tantos mais. O corpo foi cremado nessa sexta-feira (3) no cemitério de Vila Alpina, Zona Leste de São Paulo em cerimônia fechada com a participação somente dos familiares.
Título e Texto: Aparecido Raimundo de Souza, de São Paulo, Capital. 3-5-2019

Colunas anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-