quarta-feira, 29 de maio de 2019

[A verdade política] Estamos certos, mas passe "KY" antes...


Vanderlei dos Santos Rocha

Pois,
Estou de saco cheio sobre alguns assuntos doentios.
Tentam de todos os jeitos questionar-me porquês, sobre os quais não tenho culpa nenhuma.

A fome africana é culpa dos africanos.

A escravatura negra no mundo foi feita por negros africanos, que escravizavam castas inferiores.
Dos cinco maiores países do mundo, nós brasileiros temos o único 100% habitável.
Os outros continentes destruíram suas florestas e hoje cagam regras sobre a nossa Amazônia.
Querem que a protejamos, então paguem por ela.

Os ecologistas jamais discutem o crescimento populacional.
A única maneira possível foi inventar a teoria do gênero.

Os protetores de animais domésticos, passam o dia procurando com seus iPhones dramatizações de maus tratos para criminalizarem pessoas.

Ser homem virou doença virótica, fiquem longe deles.

Meu sábio avô dizia:
- Um homem para ser um macho de verdade, tem que dar o "cu" uma vez e dizer que não gostou.

Nós fomos roubados pela classe política e empresarial desde 1985, com os jornais, rádios e televisões protegendo-os.

A Internet nos salva, hoje em dia, das verdadeiras "fake news" publicadas por esses bastardos.
Teve uma jornalista, Eliane Cantanhede, que publicou em 2006 que era absurdo o governo do ladrão de 9 dedos ajudar a Varig. Não escreveu uma linha sequer quando este mesmo governo tornou Eike Batista o maior bilionário do país.

Houve deputados e senadores com dívidas para a Varig, nunca pagas.
Os governos estaduais cobravam ICMS 90 dias adiantado da empresa.
O governo federal, apesar da empresa ser uma concessão, ditava política de preços.
As despesas operacionais em dólar e os preços absurdos dos insumos nacionais.
Nunca um jornalista comparou o preço do combustível de aviação no Brasil com outros países.
A legislação trabalhista brasileira obrigava as empresas terem o dobro de funcionários de uma empresa de igual porte no resto do mundo.

O desemprego é monstruoso. A cada ano quase um milhão de jovens entra no mercado de trabalho.
Se produzirem um milhão de vagas por ano, jamais cobrirão o déficit.

Meu telefone particular recebe cinco ligações de telemarketing por dia.

Quando faliram a VARIG, eu fiquei nove anos comendo o pão que o diabo amassou, sem pedir ajuda a nenhum "filho da puta". Agora, todos os dias, alguém pede ajuda para outrem nas redes sociais.

Ficar velho nesse país é pior que merda. Até para ir ao banco temos que ter seguranças.

Ficam reclamando de mineradoras, que os homens resolvem mora perto delas.

Ficam reclamando de aeroportos que os homem resolvem morar perto deles.

Reclamam de enchentes e jogam os lixos dentro dos esgotos pluviais, rios e riachos.

Plantam árvores florestais nas cidades e reclamam quando elas caem.

Compram e não pagam, vendem e não entregam, esse é o país dos estelionatários.

Esse é o país do anarquismo individual, o corno vende o sofá, mata o amante e continua com a mesma puta.

Esse é o país dos números, é porcentagem para tudo.
Esse é o país das siglas, tudo é siglas.

Na verdade, é o país do “você me dá primeiro que eu dou depois.”

POR FAVOR USE "KY", MINHAS HEMORROIDAS DOEM.


Título, Imagem e Texto: Vanderlei dos Santos Rocha, A Verdade Política, 28-5-2019

Anteriores: 
50 anos de corrupção

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-