sábado, 25 de maio de 2019

[Daqui e Dali] Onde está Deus, que não nos acode?

Humberto Pinho da Silva

Certa vez, leitora – que se dizia assídua – comentou crônica que publiquei em jornal de Toronto. A determinado passo, perguntava-me: “Como é que Deus permite tanta desgraça? Se Ele é bom, porque permite o mal, e aceita as crianças sofrerem?...

Lembrei-me, agora, dessa leitora, ao percorrer as ruas da minha cidade, no quadragésimo quinto ano da “Revolução dos Cravos”, e encontrar quase todo o comércio, fechado.

É que dias antes, na Sexta-Feira-Santa – feriado nacional, como o da “Revolução”, – o burgo fervilhava de negócio!...
Pensei, de mim para mim: “Esta gente, respeita mais a ‘Revolução’, do que a morte do Salvador!

Recordei, então, a resposta que a filha do célebre Evangelista Billy Graham, Anne Graham, deu, quando lhe perguntaram, num popular programa de TV [foto] (*):
“Por que Deus permitiu a morte de tantos inocentes, no negregado atentado de 11 de Setembro?”


Eis por palavras minhas o resumo da resposta:

Durante anos afastamos Deus, do governo e das nossas vidas. Como queremos obter a Sua proteção, se não O deixam envolver-se nos nossos problemas?!

Disseram: Não é próprio orar na Escola, nem ler a Bíblia. E nós concordamos…

Disseram: Não castiguem os vossos filhos quando prevaricarem, para não os traumatizar. E todos concordaram…

Disseram: Os professores devem fechar os olhos a muita indisciplina… E todos aprovaram… ou quase todos…

Disseram: Nossas filhas devem rejeitar os filhos indesejados; e o aborto foi aceite…

Disseram: Liberdade sexual antes do casamento; e distribuíram, nas escolas, preservativos. E todos apoiaram, em nome da liberdade…

Disseram: Tudo é permitido, desde que sejam cumpridos os deveres cívicos! E acharam que isso era bom…

Disseram: Como somos livres, podemos, em nome da liberdade, difundir a pornografia; e imagens perversas surgiram… Era a democracia a funcionar…

Disseram, então: É apenas ficção… para entreter…

Agora perguntam, admirados: “Por que se perdeu a noção do bem e do mal?!”

Correram Deus, do Estado, da Escola, da Sociedade…. 

Disseram: Não precisamos mais d’Ele!...

E eu acrescentaria ainda:
Retiramos os símbolos cristãos, para não ofender os não crentes e os que praticam outras religiões!
E também me admiro, e parece que ninguém se incomoda, até levam para casa (para regalo dos filhos ou das filhas?!) o estendal de fotos da secção: Relax, que alguns periódicos publicam!

Admiram-se, depois, que Ele não venha em nosso auxílio e não nos proteja de tanta barbaridade!
Título e Texto: Humberto Pinho da Silva 
(*) Entrevista, no Early Show, realizada por Jane Clayson.


Anteriores:
A infantilidade do povo

Um comentário:

  1. Tudo bem concordo com todo o escrito. Mas esta semana tive uma conversa séria com Deus que ficou de me dar uma resposta a qual espero seja breve. Perguntei-lhe onde estava Ele quando da morte dos brasileiros num hotel no Chile. Estou profundamente chocado, disse-lhe com essa tragédia, somado à morte da mãe deles um dia antes no Brasil. Porque se permitiu tamanha tragédia a uma família inteira ?
    Será que as perguntas feitas neste texto são suficientes para responder ao meu questionamento, por mais errados que andemos hoje em dia?
    Estou aguardando a resposta que virá através de um sinal seu. Tenho certeza que virá. Deus não pode compactuar com tamanha desgraça
    José Manuel

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-