quinta-feira, 30 de maio de 2019

Para quem (ainda) acha que a Avaaz é uma ONG séria...

Estamos tão orgulhosos da Avaaz


Queridos amigos e amigas da Avaaz,

Estamos tão orgulhosos de nosso movimento.

Depois de Trump, Brexit e Bolsonaro, a Europa poderia ser o próximo alvo nas eleições do último final de semana. O último poder democrático global de confiança a se afogar em fake news e no ódio da extrema-direita.

Para enfrentar essa ameaça histórica, a Avaaz expôs e forçou a derrubada do que, provavelmente, foram as maiores redes de desinformação DA HISTÓRIA. Redes cujo veneno teve mais de 3 BILHÕES de visualizações por ano em apenas seis países. O suficiente para alcançar cada um dos eleitores cerca de vinte vezes!

E já que extremistas cheios de ódio também apostam no não-comparecimento dos eleitores às urnas, nós lançamos campanhas inspiradoras de defesa da democracia para incentivar as pessoas a votarem. Elas foram vistas mais de 100 milhões de vezes em toda Europa dias antes da eleição!

O resultado: a maior participação de eleitores em 25 anos! A “onda” de extrema-direita minguou e virou “marola”. Os sociais democratas defensores da justiça e a centro-direita pró-Europa seguem sendo os maiores partidos, e aconteceu uma verdadeira tsunami democrática com os Partidos Verdes, heróis do clima, e os Liberais Democratas, defensores apaixonados da União Europeia, que agora manterão o equilíbrio do poder na nova Europa!

Nossa vitória sem precedentes contra a desinformação saiu nas capas dos jornais de todo o mundo. Jaume Duch Guillot, diretor-geral do Parlamento Europeu, disse: “a Avaaz tem sido uma força poderosa que ajuda o Parlamento Europeu a engajar as pessoas a votarem nessa eleição de 2019”.

Da Espanha ao Vale do Silício, continue lendo para conhecer os bastidores de nossos esforços nesse período eleitoral. Esse foi um trabalho financiado por 80 mil doadores da Avaaz, outros 80 mil voluntários e quase 2 milhões de membros. E assim fizemos história. Obrigado!!!

Nunca estivemos tão orgulhosos. De todos nós.


Nem um pio sobre a vitória de Mateo Salvini, na Itália, e Marine Le Pen, na França, dois odientos, odiosos e venenosos políticos da extrema-direita!

Ah, no terceiro parágrafo deste panfleto, esta ONG de extrema-esquerda, portanto, desonesta e de má-fé, menciona Trump, Brexit e Bolsonaro: Trump e Bolsonaro foram ELEITOS pelo povo – destaco a vitória de Jair Messias Bolsonaro, por sufrágio direto e universal – e o “Brexit” é o resultado de uma consulta POPULAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-