terça-feira, 27 de julho de 2010

Dilma e os milionários

Na última sexta, 9 de julho, Lily Marinho (viúva de Roberto Marinho, das Organizações Globo), ofereceu um almoço à candidata do PT à presidência Dilma Rousseff compartido com mulheres da alta-sociedade carioca e algumas profissionais. A petista e Lily dividiram mesa com 40 convidadas, entre elas a economista colunista Hildegard Angel, as socialaites Carmen Mayrink Veiga, Antonia Mayrink Veiga, Lenny Niemeyer, e a esposa de Eike Batista, Flávia Sampaio.
Eram 13h quando a petista foi recebida pela anfitriã na porta da célebre mansão cor-de-rosa do Cosme Velho, aos pés do Cristo Redentor. Dilma chegou antes de boa parte das convidadas. Um músico dedilhava ao piano e garçons de luvas brancas serviam champanhe Dom Perignon. O cardápio do almoço foi criado e realizado pelo chef francês Claude Troisgos, e consistia de um tartare de salmão com maçã e funcho e filé com banana caramelada, passas e urucum. Dilma sentou-se ao lado de Lily “Que tipo de música você gosta?”, perguntou a anfitriã. “Clássica. Gosto de Bach”, respondeu a candidata. O encontro foi animado, Dilma sempre muito próxima a Dna. Lily, conversou com todas as convidadas. A imprensa pode registrar a reunião, assim podemos ver as fotos abaixo, e conferir o clima amistoso entre todos os presentes.
Quanto a oferecer também um almoço a José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV), adversários de Dilma na campanha presidencial. Dna. Lily responde: “Eu não sou política. Se ficarem com ciúmes, o que posso fazer? Nada.” Só Dilma será convidada. Logo a candidata do PT, representante segundo diz ela e Lula representante da parcela mais desprotegida da população. Soa mal que Lula/Dilma sejam tão bem recebidos pela elitite que dizem condenar. Não?
Dilma e Lily Marinho
Dilma, Lily, os repórteres e fotógrafos na sala da mansão.
Dilma ao lado de Lily e outras convidadas à mesa.
Os motivos que levam Lily a convidar Dilma são óbvios, embora não sejam transparentes: o governo Lula favorece economicamente às Empresas da Globo, assim como dos maridos e filhos das demais convidadas, como Eike Batista.
Se Dilma é convidada para almoçar com a elite brasileira, seguramente não é por sua ‘cara’, e sim porque sabem que poderão contar com ela no governo, como contarão com Lula para melhorar seus negócios, receber empréstimos de bancos estatais, receber privilégios na justiça, etc… Lula tem favorecido a elite do país, gente como Sarney, Abílio Diniz (que já ofereceu um almoço para a candidata há 15 dias), Eike Batista, entre vários outros menos mediáticos, como demonstra esta homenagem para sua candidata. Ou demais candidatos não serão convidados.
Este almoço é mais uma prova de que a realidade é bem diferente do discurso de Lula que diz governar para todos, sobretudo para os mais pobres. Mentira!! Conforme escreveu Demétrio Magnoli: “O Brasil não é “de todos”, mas de alguns: Eike Batista, o sócio do BNDES, “o melhor banco de fomento do mundo”, nas suas palavras, do qual recebeu um presente de R$ 70 milhões numa operação escabrosa no mercado acionário. Também é o país dos controladores da Oi, que erguem um semimonopólio a partir de privilégios concedidos pelo governo, inclusive uma providencial alteração anticompetitiva na Lei Geral de Telecomunicações, e se preparam para formar uma parceria com a Telebrás no sistema de banda larga. O lulismo orienta-se na direção de um capitalismo de Estado no qual o BNDES, as estatais e os fundos de pensão transferem recursos públicos para empresários que orbitam ao redor do poder. O Brasil não é “de todos”, mas de alguns: a nova burocracia sindical, cuja influência não depende do apoio dos trabalhadores, mas do imposto compulsório de origem varguista, repaginado pelo lulismo.
Lula não faz um governo para todos os brasileiros, faz um governo para os ricos!!
Lily Marinho, Carmen Mayrink Veiga e Dilma
O governo Lula não é de todos os brasileiros, é de poucos, escolhidos e ricos. Os pobres, para quem Lula diz trabalhar, recebem as esmola, assistencialismo. O dinheiro grosso mesmo vai para o bolso dos milionários brasileiros. O discurso de Lula é mentiroso, serve para enganar a maioria e beneficiar uma minoria – a elite brasileira.
Basta de mentiras, de enrolação. Queremos um Brasil para os Brasileiros.
Marco Aurélio
E-mail – mafraportugal@gmail.com
Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-