segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Denunciado o silêncio do Vaticano sobre Maduro e Ortega

ABIM


A Iniciativa Democrática da Espanha e das Américas (IDEA) — foro internacional não governamental integrado por 37 ex-chefes de Estado e de Governo — emitiu uma declaração sobre a Nicarágua e a Venezuela, considerando graves, sistemáticas e generalizadas as violações dos direitos humanos que sofrem os povos desses países: “Expressamos nossa preocupação pelo silêncio, pela zelosa prudência, ou pelo comportamento de atores fundamentais da opinião mundial, como o Estado do Vaticano, diante das atrocidades que acontecem na América Latina pela mão de governos abertamente ditatoriais”.
Título, Imagem e Texto: ABIM, 14-1-2019

3 comentários:

  1. Boa. O papa faz politicagem ao receber artistas denunciando o tratamento recebido por Lula pelo judiciário ( o que é uma balela ) mas silencia nos casos realmente de abusos.

    ResponderExcluir
  2. Entenderam agora porque pedi ao Papai Noel no Shopping um emprego onde ganhasse muito dinheiro e não fizesse nada: Na ONU?

    ResponderExcluir
  3. O Vaticano encontra-se doente e preocupado com a sua doença, porque a pedofilia, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) é uma doença em que o indivíduo possui um transtorno psicológico.
    Apenas a título de esclarecimento, por não ser objeto da discussão do esboço em comento, todo crime sexual é um abuso sexual, mas o crime de “abuso sexual”, propriamente dito, não existe.
    O que importa é o p.... A fome e a miséria humanas que se danem. É isso?

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-