terça-feira, 23 de julho de 2019

A democracia e os fascistas

José Mendonça da Cruz

A redação da TVi conseguiu inserir na notícia do jornal das 20h sobre a eleição de Boris Johnson [foto], a propósito do novo primeiro-ministro inglês, os epítetos «racista», «xenófobo», «machista» e «homofóbico».

Na véspera, num raciocínio tão articulado quanto hoje lhe é possível, Miguel Sousa Tavares disse em direto de Lagos que hoje em dia o que é mau é eleito, logo, Boris Johnson seria eleito.

Estes travestis de jornalistas e comentadores - ignorantes, boçais e preconceituosos - estão hoje à altura do melhor que se faria num jornal oficial do Burkina Faso ou da antiga Albânia. Parabéns!
Título e Texto: José Mendonça da Cruz, Corta-fitas, 23-7-2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-