segunda-feira, 22 de julho de 2019

Homem faz falsa ameaça de bomba para conquistar hospedeira

Queria evitar que assistente de bordo deixasse Belgrado


Um sérvio, de 65 anos, confessou ter feito uma falsa denúncia da existência de uma bomba num voo da Lufthansa, na semana passada. Afinal, tudo não passava de uma tentativa de sedução.

Foi no tribunal que se ficou a saber a história completa, o homem ‘engraçou’ com duas assistentes de bordo da companhia aérea alemã e convidou-as para jantar. Mas ambas rejeitaram a oferta do sérvio, que não cedeu perante a recusa e pensou que se tivesse mais tempo seria capaz de conquistar uma delas.

O homem decidiu então denunciar, por telefone, a existência de uma bomba no voo em que a assistente de bordo, que o sérvio preferia, seguiria em direção a Frankfurt, na Alemanha. Evitando assim que a mulher pudesse sair de imediato de Belgrado.

A chamada com a falsa ameaça de bomba levou, como seria de esperar, à evacuação do avião. Ao todo foram retirados 130 passageiros e cinco membros da tripulação, que tiveram de esperar por uma equipa de detecção de explosivos. Os especialistas analisaram a aeronave e concluíram que se tratou de um falso alarme e que não existia qualquer bomba.

Foi aberta uma investigação que culminou com a detenção do homem, que atualmente se encontra em prisão preventiva, estando acusado de provocar pânico e desordem.
Título, Imagem e Texto: Jornal SOL, 22-7-2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-