terça-feira, 29 de agosto de 2017

Violência deixa mais de sete mil alunos sem aulas nesta segunda-feira

A comunidade da Fallet, onde dois EDIs estão fechados Foto: Guilherme Leporace/Agência O Globo/Arquivo
A violência deixa 7.240 alunos sem aulas, nesta segunda-feira, no município do Rio. Estão sem atividades 12 escolas, cinco creches e seis Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDIs) localizados na região central e nas zonas Norte e Oeste, informou a Secretaria municipal de Educação.

Na Cidade Alta, em Cordovil, na Zona Norte, onde o 16º BPM (Olaria) faz uma operação, estão fechados cinco escolas, duas creches e um EDI, que atendem a 2.216 estudantes. Outro alvo de ação da PM — lá estão unidades do Comando de Operações Especiais (COE) —, os morros Fallet/Fogueteiro, na região central, têm dois EDIs, onde estudam 182 alunos, sem atividades.

Palco de um tiroteio que deixou uma mulher morta e outras três pessoas feridas, na noite deste domingo, a comunidade do Cesarão, em Santa Cruz, na Zona Oeste, tem 4.537 estudantes — de sete escolas, uma creche e dois EDIs — sem aulas.

Veja a lista de locais onde a violência fez com que as aulas fossem suspensas:

- Engenho da Rainha
1 Espaço de Desenvolvimento Infantil
Total de alunos: 240

- Rollas
2 creches
Total de alunos: 171

- Cesarão
7 escolas
1 creche
2 Espaços de Desenvolvimento Infantil
Total de alunos: 4537

- Cordovil/Cidade Alta
5 escolas
2 creches
1 Espaço de Desenvolvimento Infantil
Total de alunos: 2216

Fallet/Fogueteiro
2 Espaços de Desenvolvimento Infantil
Total de alunos: 182 alunos

Título e Texto: EXTRA, 28-8-2017

Leia mais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-