domingo, 31 de março de 2019

[As danações de Carina] O Sexo de Deus. Afinal, nosso Pai Maior é homem ou mulher??!!

Carina Bratt

Estamos condicionadas há milhares de anos, ao entendimento de que Deus é o Pai Celestial, portanto, homem macho, masculino, sim senhor. E fim de papo. Nesta linha, desde que o ser humano se agregou em grupos, sempre teve deuses e seres espirituais de importância relativa, uns mais, outros menos, já outros em cima do muro, sem saber para que lado pular.

E quando decidiam saltar, caíam direto nas bocas nervosas de Pit Bull furiosos e de poucos amigos. O que presenciamos, na verdade, em dias atuais, é um fato psicológico que é sempre o mesmo em todos os lugares, ou seja, a busca e a proteção. Evidenciamos nesta procura, formas diferentes conforme as tradições do lugar.

A história nos informa, por exemplo, que a Vênus de Laussel (mulher com corno e este corno nada tem a ver com traição) [foto] é tida como a primeira imagem conhecida de uma divindade, em posição de estar sendo adorada. A raridade foi encontrada em Laussel, sudoeste da França. Este fato mostra que nas crenças primitivas as forças superiores, criadoras da vida, tinham a expressão de Deus na forma de mulher.

Ainda constam muitas doutrinas como as Vênus paleolíticas (estas datam de trinta a dez mil anos a.C.), a deusa-mulher, na Índia que, mesmo hoje em certos lugares, é a rainha local de maior importância. A gama de deusas Vênus do Paleolítico é muito ampla, mais até que a arte rupestre.  Ela ocorre em locais, como dissemos acima, na França (Pirinéus e Dordogne), na Inglaterra, Itália, Alemanha e vários ex-países do leste, e algumas estatuetas na Rússia, incluindo a Sibéria que não retratam necessariamente as deusas Vênus, todavia são registros de atividades locais.

Falemos, agora, de Grami Devi. Ela pode ser encontrada com muitos nomes, alguns dos quais inseridos nos textos do hinduísmo. A figura feminina como divindade, é mais forte do que um simples canal de ligação com o Altíssimo. Outros vários espécimes seguem. Vejam, por exemplo, o nome Semita invocado para a mais importante deusa-mulher.

Neste contexto, temos Imanna, na Suméria, Isthar, na Babilônia e Astard ou Anat entre os povos de Canaã. No Irã era adorada uma simpática personagem conhecida como Anahita, à deusa que “purificava as sementes dos homens e as entranhas e os leites maternos das mulheres”. No império Persa, seu culto se multiplicou com vários nomes: Atenas, Afrodite e Cibele de Anatólia. No Egito, a figura que comandava as massas não outra senão Isis.

Se dermos uma rápida “de visu” no passado da humanidade (uma vez que este tema trata de um problema além de vasto, profundo e complexo), chegaremos à conclusão de que o Poderoso, que está lá no céu, é uma MULHER. Meu Deus, uma MULHER?! Isto é possível? Mas como? De que maneira? De que forma?

Diante disto, começamos a pensar em alguns questionamentos: teria o homem (por que há muitos séculos passados, foi ele próprio), com a sua visão autoritária e machista tomado o comando da situação, e, num abrir e piscar de olhos, “mudado” o sexo de Deus? E com que intuito, razão ou circunstância o homem mudaria o sexo de Deus?

Os homens que não aceitaram, ou melhor, que ainda não aceitam o fato de que uma mulher havia criado tudo o que existe, diga-se de passagem, com a maior das suas sensibilidades femininas, originalidades coragens e elegâncias, não seria muito difícil... como não seria muito difícil? Que confusão todas vocês pretendem formar em minha cabeça? Por que isto agora?

Em oposto, será que os homens medievais e contemporâneos aceitariam de bom grado o comando universal da mulher? O que mudaria nos conceitos básicos da vida, se a fêmea continuasse governando a terra? Amigas, entendam a linha de pensamento.

Os tempos mudaram, e, com eles, evoluíram também as imagens dos deuses e os próprios deuses, porém, enquanto o homem existir na terra, a reverência continuará sempre, porque a Deusa-Mulher o defenderá eternamente como mãe, protegendo-o e amando-o.

Deixaremos no ar, a ideia de que nós, “mulheres sem visão de amanhã”, como somos a imagem e semelhança da Deusa-Mulher, coube a nós, o maior milagre: que milagre? O único, amigas. O único! Qual seja?!

Que dos nossos âmagos ou que da nossa mais profunda essência a vida continue se multiplicando em todo o planeta. Se Deus fosse homem, não seria dada a nós, esta condição quase sacrossanta de semideusas. Temos conosco o milagre de concebermos a vida.
Título e Texto: Carina Bratt, de Maricá, Rio de Janeiro. 31-3-2019

Anteriores:

2 comentários:

  1. Por essas e outras, que eu pesquiso religiões há anos a fio, mas de navalha, para cortar certas arestas ideológicas.
    O PRIMEIRO DEUS ADORADO PELOS HOMENS FOI O SOL.
    Alguém pode dizer que o sol é feminino?
    O SOL É A FONTE DE VIDA DESTE PLANETA.
    Por óbvio a civilização egípcia é muito mais antiga que a europeia.
    Lalanne não pode afirmar que a estatueta é de uma suposta "Vênus".
    Vênus ou Afrodite é uma deusa importada do culto ASTARTE.
    Os fenícios são mais jovens que os egípcios.
    Os fenícios tinham diversas deusas.
    Já os babilônicos a chamavam de ISHTAR.
    RÁ é o deus supremo mais antigo pois representa o SOL, Bastet era a deusa da fertilidade, Ísis a deusa do amor.
    O que vi na história é que fertilidade, amor, magia e morte são ligados a deuses femininos.
    Voltando ao período GREGO, Platão dizia que as mulheres eram o castigo dos deuses, poi acreditava no hermafroditismo dos homens.
    No período cristão DEUS fez o homem e depois a mulher.
    Para aqueles que creem na bíblia , no paraíso devem levar em conta que se não houvessem outros paraísos e vilarejos, a raça humana só se reproduziria pelo INCESTO.
    A mulher não CONCEBE a vida sozinha, nós homens carregamos a metade dos cromossomos. A grande COSTELA DE ADÃO QUE FEZ A PRIMEIRA MULHER, é que na hora da concepção o homem cede um de seus cromossomos para a mulher.
    Assim os espermatozoides ficam com 22 e o óvulo com 24 iniciando a fecundação. Por isso gêmeos univitelinos são concebidos por dois espermatozoides e um óvulo.
    Sacrossanta de jeito nenhum, dois homens ou duas mulheres juntas jamais teriam filhos.
    Agora, hoje em dia não precisa mais sexo, até veterinário faz concepção assistida.
    Seriam o geneticistas de nosso tempo DEUSES?
    fui...

    ResponderExcluir
  2. Maçons são ateus, portanto estranho a pergunta!

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-