quarta-feira, 22 de julho de 2020

Trupe do Psol ironiza novo teste de Bolsonaro

Presidente da República segue com covid-19

Anderson Scardoelli

Com Jair Bolsonaro ainda infectado pelo novo coronavírus, conforme mostra novo exame divulgado nesta manhã pelo Palácio do Planalto, integrantes do Psol aproveitam a situação para ironizar o estado de saúde do presidente da República. Ao menos três figuras da legenda da esquerda se manifestaram nas redes sociais, sobretudo em relação ao uso da cloroquina como forma de combater a covid-19.

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Pré-candidato do Psol à prefeitura de São Paulo e presidenciável que teve menos de 1% dos votos válidos em 2018, Guilherme Boulos foi além de ironizar a cloroquina. Por meio de postagem no Twitter, ele aproveitou para colocar em xeque outro medicamento. “Terceiro positivo no Palácio da Alvorada. Parece que a cloroquina e o vermífugo não funcionam mesmo”, publicou o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).
Deputado federal pelo Rio de Janeiro, Marcelo Freixo preferiu cravar que a cloroquina não funciona em tratamentos contra a covid-19, apesar de médicos e pesquisadores receitarem seu uso. Nesse sentido, o parlamentar não embasou sua afirmação em nenhum dado científico. Além disso, o político socialista criticou o trabalho do chefe do Poder Executivo federal. “Cloroquina não funciona na pandemia e Bolsonaro não funciona na presidência. Dois fakes“, garantiu.

“Não é cura. Era para não agravar os casos”

Sâmia Bomfim, deputada federal pelo Psol de São Paulo, foi outra que aproveitou o diagnóstico de Bolsonaro para ironizar a situação. “Ué, mas não tomou cloroquina?”, questionou a congressista. No entanto, ela recebeu como resposta que o medicamento não tem o poder de curar ninguém, mas sim impedir agravamento da doença. “Não é cura. Era para não agravar os casos”, informou Fagner Duarte.

Torcendo contra Bolsonaro
Projeto que se autodefine como jornalismo independente, a Mídia Ninja foi na onda da doença do presidente para pedir sua saída do poder. “E o ‘tiro’ sai pela culatra. O maior propagandista da cloroquina agora não consegue sustentar os próprios argumentos com mais um teste positivo para o coronavírus. #ForaBolsonaro”, afirmam os responsáveis pelo perfil da marca no Twitter.


Título e Texto: Anderson Scardoelli, revista Oeste, 22-7-2020, 15h06

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-