terça-feira, 15 de setembro de 2020

Bolsonaro proíbe Renda Brasil e ameaça ‘cartão vermelho’ na equipe econômica

Presidente se irrita com manchetes e faz dura ameaça aos auxiliares de Paulo Guedes

Silvio Navarro

O presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais nesta terça-feira, 15, para jogar uma pá de cal no projeto Renda Brasil, um dos carros-chefe da equipe econômica do ministro Paulo Guedes.

Foto: Marcos Corrêa/PR
Bolsonaro deixou claro em sua publicação que ficou insatisfeito com as manchetes dos jornais — com quem ele tem péssima relação — e atribuiu as informações publicadas ao time de Guedes. “Pode ser que alguém da equipe econômica tenha dito algo. Até 2022, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto-final”, afirmou.

“Acordei surpreendido por manchetes de todos os jornais”, disse o presidente. “Eu já disse que jamais vou tirar dinheiro dos pobres para dar aos paupérrimos. Quem vier a propor isso, só posso dar cartão vermelho!”, sentenciou.

A afirmação — e especialmente o tom adotado pelo presidente — elevou a temperatura em Brasília e gerou apreensão de que uma nova crise com Paulo Guedes estaria a caminho. O ministro cancelou um compromisso matutino e foi ao encontro de Bolsonaro no Palácio do Planalto. A mercado reagiu — a bolsa de um salto imediatamente.

Mais tarde, Guedes afirmou que a ameaça de “cartão vermelho não era para ele”. Para bancar o programa Renda Brasil, a equipe econômica avaliava congelar aposentadorias e pensões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), proposta que o presidente repudiou. O congelamento de salários é defendido pelo secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues.

Título e Texto: Silvio Navarro, revista Oeste, 15-9-2020, 10h38

Relacionados:

4 comentários:

  1. Ontem, segunda-feira, 14 de setembro, republicando da revista Oeste, postei:
    Renda Brasil pode ser incluído na Constituição
    Pessoalmente achei interessante a junção de vários programas sociais num só.
    Lendo a matéria você percebe que já existia uma discussão/articulação entre Executivo e Legislativo.
    Procure no Coogle:
    Para Rodrigo Maia, resposta de Bolsonaro a Guedes sobre o Renda Brasil foi proporcional. (agosto)

    Hoje postei:
    Para fazer Renda Brasil, governo estuda congelar aposentadorias
    https://www.caoquefuma.com/2020/09/para-fazer-renda-brasil-governo-estuda.html

    Entendi como razoável, eu, aposentado pelo INSS, não receber correção da aposentadoria por dois anos, se isso significasse uma contribuição para o fundo dos meus compatriotas mais necessitados.

    Depois de compartilhado o post acima na minha página pessoal, hora depois eis que desaba uma multidão de comentários, 90% repetidos. Vai demorar algum tempo para perceber a quem são dirigidos.

    Um deles, logo no início, me informou sobre um vídeo do presidente. Postei no blogue em sequência.

    Ao assistir ao vídeo do presidente percebi a sua (dele) cólera.

    Ele, presidente, ao acordar e perceber o que a Folha e o Globo conchavavam reagiu. E bem! Aliás, e a propósito, julgo que depois deste vídeo a popularidade dele subiu!

    Se o presidente contornou (e bem) esta armadilha é uma coisa. Agora, repetir que nem papagaio “É fake” numa página de um bolsonarista, como chama?

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. WELCOME BACK!
      De fato, estranhei a sua ausência... problema de saúde?

      Excluir
  3. Quando o google cancelou o acesso ao BLOGGER, não conseguia entrar e comentar em blogues, nem como anônimo.
    Continuei pesquisando até que encontrei a dica num site americano.
    -Apenas coloque seu nome aonde diz nome/url sendo que não precisa ter uma URL, deixe em branco.

    ResponderExcluir

Não aceitamos/não publicamos comentários anônimos.

Se optar por "Anônimo", escreva o seu nome no final do comentário.

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-