terça-feira, 8 de agosto de 2017

A boa xenofobia

José António Rodrigues Carmo
 
Foto: Reuters
Na pura e esclarecida visão da nossa esquerda, os estrangeiros são de dois tipos:
Os imigrantes islâmicos são bons, enriquecem-nos, salvam-nos, revitalizam-nos e, além de tender a votar nos partidos de esquerda, permitem que os corações sangrantes a pingar amor solidário e internacionalista, pulsem em comunhão solidária, admirando-se uns aos outros em mantras de "somos todos tão boas pessoas, não somos?".
São fantásticos, têm costumes fantásticos, como tratar as mulheres abaixo de cão, fazerem-se explodir, etc., enfim, uma riqueza cultural imensa.

Já os turistas são maus.
Não nos "enriquecem culturalmente", andam pelas nossas cidades de calções, blusas e havaianas, bebem, comem, fotografam, passeiam, ou seja, tiram-nos a nossa alma, o nosso tempo, o nosso espaço, a nossa cultura, pervertem-nos com o seu dinheiro, enfim, criam-nos um perigoso problema de "gentrificação".

Em Barcelona, grupos de extrema-esquerda, que nos dias pares aparecem a manifestar-se pela imigração islâmica, nos dias ímpares pintam murais contra os turistas e apedrejam autocarros e hotéis.

Por cá ainda não chegámos a algumas destas formas superiores de luta, mas basta ler em diagonal o "esquerda.net", e ouvir as baboseiras do Bloco de Esquerda, para perceber a dialética da questão.
Moral da história: a xenofobia tem dias!

Título e Texto: José António Rodrigues Carmo, Facebook, 6-8-2017

Foto daqui

Um comentário:

  1. Esquerdistas em Barcelona, são só pederastas degenerados que vão ser exterminados pelos muçulmanos.

    ResponderExcluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-