sábado, 3 de março de 2018

Moleskine (3 de março)


A que ponto chegaram, toldados pelo ódio!
A que ponto chegaram toldados pelo ódio!https://t.co/DVSHoeheHI

Futebol Clube do Porto perto do título
O FC Porto venceu ontem, 2 de março, o Sporting por 2 a 1. Faltando oito rodadas para o final, o Porto é seríssimo candidato ao título.



Conversas com mulheres
As últimas conversas do Cão foram com três valentes mulheres, cuja repercussão foi ótima. Parabéns e muito obrigado!


A conversa com Elisabeth Miglia registra até o momento 854 acessos. Sem sombra de dúvida um sucesso! Que se deve, obviamente, às respostas de Beth, mas, também à divulgação que a própria fez no seu Facebook...

Paizote é vítima da “saidinha de banco” 
[Flagrantes do quotidiano] Velhinho rouba aposentado Aerus

A lógica da censura?
Obrigado a Denis Tillinac por ter escrito, no seu editorial de 8 de fevereiro, que Céline e Charles Maurras fazem parte da História da França. Obrigado por relevar que se continua paralelamente a celebrar autores como Aragon, Paul Éluard ou Paul Vaillant Couturier, que cobriram conscientemente, e legitimaram, os crimes de Estaline.

É claro que devemos esquecer os escritores antissemitas e favoráveis ao nazismo. Mas devemos, da mesma maneira, detestar os artistas que glorificaram os regimes comunistas, começando por Jean-Paul Sartre ou Pablo Picasso: o comunismo matou mais de 100 milhões de pessoas e escravizou bem mais do que isso.

Da mesma forma, por que se tolera um Jean-Luc Mélenchon referir-se a Robespierre, incitador com outros do período de Terror e milhares de mortos na guilhotina, sem falar na destruição de bens inestimáveis do nosso patrimônio? Mas, silêncio!

Só o nazismo é perigoso, não a esquerda bem-pensante e intocável.
Sylvie Ley, in Valeurs Actuelles, nº 4239, de 22 a 28 de fevereiro de 2018
Tradução: JP

Anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-