domingo, 21 de outubro de 2018

Generoso leitor, nossa revista teve acesso à próxima denúncia: O canibalismo de Bolsonaro

A redação de O cão que fuma recebeu agora há pouco, em arquivo PDF, a minuta da matéria que sairá amanhã na Folhinha de S. Pedro, e já programada para ser ventriloquada por El Toro Brasil, CCB Brasil e outros amici.

A reportagem estarrecedora, assinada pela jornalista Patchouli do Melão, traz à tona o canibalismo de Jair Messias Bolsonaro, que terá ocorrido, em maior escala, quando o fascista tinha entre 18 e 22 anos.

Patchouli do Melão não soube precisar o sexo das vítimas. Mas, deixa a entender, que a expressiva maioria seria do sexo feminino.

Continuando a leitura da explosiva matéria, percebe-se – a jornalista é muito discreta –, que o ogre não tinha preferência por raça. Comia tudo o que lhe chegava ao caldeirão.



A redação de O Cão, que não tem WhatsApp – nem quer ter! – pede ao generoso leitor o favor de não repassar/reenviar/compartilhar esta ‘bomba’. Pelo contrário, se receber, delete logo! Pois que, além de correr o risco de ser indiciado por caixa dois e quatro, você estará ajudando a afundar de vez a candidatura de Jair Bolsonaro! 

Porque a população brasileira aceita fascista, misógino, homofóbico, racista, taxista e outros “istas”, mas, comedor, não!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-