segunda-feira, 23 de setembro de 2019

[Para que servem as borboletas?] Limpar o horizonte fiscal, velhinhos e velhinhas do Aerus…

Valdemar Habitzreuter

Paulo Guedes quer limpar o horizonte fiscal, diz ele; isto é, abolir a velha prática da gastança do dinheiro público e impedir a sangria ralo abaixo em setores onde o dinheiro farto é injustificável. O tal do congestionamento é justamente sustar a retirada à revelia do dinheiro dos cofres públicos, já que há falta dele, face ao endividamento do país em decorrência dos gastos excessivos e extravagantes no governo petista.

Embora a reforma da Previdência injete bilhões na economia, mesmo assim Guedes não descarta também mais impostos… precisa de mais grana para gerir o país e ser considerado o ministro da Fazenda do século que foi capaz de salvar o Brasil da bancarrota.

Certamente, amigos, o homem viu também os milhões mensais indo para o Aerus para o pagamento de nossa tutela e achou que era dinheiro escorrendo pelo ralo. Mas, não viu os seres humanos, pessoas idosas com necessidades, que serão tragados pelo ralo da injustiça com essa medida insana e que fere seus direitos adquiridos e garantidos pela Justiça, além de ignorar o estatuto do idoso que é inviolável…

A suspensão de nossa tutela tem a ver, sem sombra de dúvida, com o planejamento econômico que este governo está implantando e não quer nem saber se infringe ou não leis que salvaguardam direitos como é o caso de nossa tutela. Façamos voto que a Justiça ainda tenha mais peso e força do que as pretensões intolerantes e injustas desse governo...
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 23-9-2019

Colunas anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-