terça-feira, 24 de setembro de 2019

[Para que servem as borboletas?] VAMOS RACIOCINAR, velhinhos e velhinhas do Aerus… raciocinar e pressionar...

Valdemar Habitzreuter

Raciocinar é um privilégio do ser humano. São os nossos neurônios que, afetados por coisas e fatos, se movimentam em uníssono e em rede, e, voilà!, eis o raciocínio. Temos, por assim dizer, uma internet cravada em nosso crânio.

A internet baseia-se numa inteligência artificial fornecida por dados de computadores em rede; e nosso cérebro, numa inteligência biológica fornecida pelos neurônios em rede comunicando-se entre si para produzir o raciocínio. Acontece que ao longo da existência de uma pessoa esses neurônios vão-se desgastando e morrendo. No entanto, quanto mais a pessoa exercitar o raciocínio, por mais tempo preservará seus neurônios…

Pois bem, somos os velhinhos e velhinhas do Aerus e, acredito, que todos, ou a maioria, ainda têm neurônios suficientes para emitir raciocínios. Mas, este governo que aí está não acredita que ainda somos capazes de raciocinar. Acha ele que nossa vida é uma morte vegetativa; que somos descartáveis; que somos um peso ao governo; que não há razão de proteger inválidos…

E este governo se diz cristão; o diretor da AGU se diz terrivelmente evangélico… Mas, amigos, temos vida! Temos raciocínio! E isso o governo quer nos tirar e destruir. Ele não se deu conta de que a internet - as redes sociais - seria nossa aliada para demonstrar nossa capacidade racional e reprovar essa maldade do governo, de querer nos prejudicar e mesmo nos extinguir, não tomando em conta quando lá trás a Justiça nos defendeu e reconheceu nossos direitos em que, desde 2014, o governo teve que incluir no orçamento anual, na LDO, os recursos tutelares a nós destinados e ainda vigentes.

E numa atitude inesperada e suspeita, sem aviso prévio, o governo é capaz de cometer essa barbaridade nefasta de suspender, sem mais nem menos, nossos salários…

Exerçamos, amigos, nosso raciocínio para pressionar e fazer ver às autoridades, envolvidas no caso, a tremenda Injustiça dessa atitude de nos privar de nosso direito de ainda uma vida digna na velhice...

Dou os parabéns aos colegas que se empenham em contatar e pressionar autoridades de todos os setores, políticos, advogados, juízes, para reverter esta situação tão angustiante em que nos encontramos… A eles, nosso obrigado!
Título e Texto: Valdemar Habitzreuter, 24-9-2019

Relacionados:

Colunas anteriores:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-