sábado, 12 de janeiro de 2019

Moleskine (12 de janeiro de 2019)

Gripe
Uma gripe FDP, no dia em que fui vacinado contra ela, na passada segunda-feira, me atacou e me jogou na cama e no sofá... quem foi atacado por ela sabe do que estou falando!!
Me “levantei” ao entardecer deste sábado.
E, desde então, venho arrumando a casa, regando as plantas e atualizando a minha ‘casa virtual’. Até segunda-feira, se Deus quiser, tudo estará arrumado e atualizado.
Grato pela compreensão.

Asco
Mas, generoso leitor, devo/tenho que confessar que o motivo de escrever, agora, no meu moleskine foi/é o de externar o meu NOJO para com o que ainda se diz “imprensa”. Neste caso, o asco pela ‘imprensa’ brasileira que, na sofreguidão de desqualificar o candidato que eles não tiveram o mínimo pudor de ridicularizar/apequenar, agora, como meros bonecos de ventríloquo, ‘vocalizam’ no colo dos seus donos, o que estes lhes sussurram.




Anteriores:

9 comentários:

  1. A expressão usada pelo NYT , é por demais exagerada;

    “Fatídico
    Adjetivo que revela o que o destino decidiu; que prediz, que profetiza,
    que leva à desgraça, ao infortúnio; fatal, sinistro, trágico.”

    Mas, também ,ninguém poderá dizer que será um ano fácil ,e de crescimento , e de soluções definitivas.
    O imbróglio” é muito grande!!

    Será um ano difícil , e somente no segundo ou terceiro ano ,poderá ser feita uma avaliação imparcial e definitiva!

    A imprensa brasileira, “resguardou-se” (entre aspas!) , e resolveu esperar para ver.
    Temendo um apoio que no qual possa desgastar-se.

    Eu, particularmente ,tenho reservas !
    Mas não posso concordar ,com o termo "FATÍDICO" como definitivo , como pretende o NYT!".

    Afinal algumas peças no governo são merecedores de confiança , como Moro e Paulo Guedes , e dependerá do talento dos dois o futuro deste governo.

    E mesmo quem simpatiza com o presidente , tem que ter noção que a campanha terminou, ele é o legítimo ocupante do cargo , não basta mais a ideologia, tem que provar a que veio
    , tão rápido quanto possível!
    E a estes cabe uma parcela da responsabilidade por terem feito dele o presidente , aos demais cabe somente o interesse da nação e um resquício de patriotismo possível!

    Quanto a comparação feita entre Bolsonaro e Trump , temos que levar em conta (na minha modesta opinião), que ambos têm em comum a falta de habilidade na comunicação.

    Ambos, Bolsonaro e Trump , terão que ter habilidade para tomar as medidas necessárias, mesmo que duras e que não terão a simpatia total da nação , mas que são imprescindíveis.

    Ao Trump pela primeira vez na vida ,esta sendo negado (sem entrar no mérito!) a palavra final sobre algum assunto sob sua administração!
    Foi educado para mandar sempre , assim como prepara seus filhos !

    Sempre foi dele a palavra final , sem contestação , mesmo em reality shows!.

    Ambos teriam chances de receber muito mais apoio, preservando-se e tornando o ato de governar mais fácil, se entregassem à profissionais competentes a tarefa de falar em nome do governo..

    Com certeza , não acredito que alguém queira, propositalmente, entrar para a história com o mau governante.

    È óbvio que a vontade de acertar é inerente ao cargo!

    Tenho para mim ,que qualquer julgamento definitivo num primeiro ano, tanto para o sucesso como fracasso , somente pode ser feito, influenciado por ideologia.

    Ideologia, repito!
    Coisa permitida ao cidadão comum , mas não a grande mídia!

    Há que ser “safo”!
    Ninguém pode ter imaginado que seria tarefa fácil , governor um páis continental e com tantos contrastes!
    Outra grande polêmica que se avizinha é a legislação sobre porte de armas, esperar para conferir!

    Reza há muito o velho ditado ; “Em rio que tem piranhas , até jacaré nada de costas!”


    paizote

    ResponderExcluir
  2. Prezado Sr. Jim
    Minha compaixão pelo seu estado gripal. Confesso que também peguei esta maldita! Neste momento em que as células de nosso corpo são impiedosamente destruídas pelo vírus, a nós resta somente dar um resset e voltar com tudo para nossas atividades. Então, finalmente podemos dizer a nós mesmo: "Ufa, que bom que tudo passou!"

    ResponderExcluir
  3. Há de se ter muita vocação para ocupar as primeiras cadeiras. É assim e sempre será com tudo! A exposição tem um preço muitíssimo alto e a armadura tem de ser de aço. É sabido que gente de calibre grosso jamais poderá sentar-se numa destas porque colocará em risco todo o seu histórico. Daí, ficam comendo pelas bordas dos mitos. Quando não conseguem comer nada... atiram pedras!

    ResponderExcluir
  4. Existe algo a ser comemorado. Nos livramos de Cesari Batiste e o STF somente terá o fator aborto para maquiar assuntos graves com exposição máxima de mídia.

    ResponderExcluir
  5. Ao reentrar neste, vi que ,felizmente,apareceu alguém, um tanto mais gentil do que eu ,e perguntou pela saúde do Jim.

    EU SOU UM DESASTRE NESTES RAPAPÉS SOCIAIS! DESCULPE!
    QUEM CONVIVE COMIGO SABE DISTO, MESMO AQUI, PULEI O NATAL E O ANO NOVO SEM DESEJAR OS VOTOS!
    SOU MEIO GROSSO!
    PAIZOTE

    ResponderExcluir
  6. Creio que esta maldita foi a pior dos últimos anos. Talvez tenha a ver com o inverno que, estou convencido, embora de dias ensolarados, está sendo o mais frio dos últimos nove anos.
    Trocá-lo-ia, de bom grado, pela “sensação térmica” de 50° que está fazendo no Rio de Janeiro!

    Sabe aquela falta de energia quando você senta em frente ao monitor, lê alguma coisa, não consegue postar nada, só quer voltar para a cama ou para o sofá? Sacal!

    Bom, mas já passou (só ficou muita secreção).
    Vamos em frente que atrás vem (muita) gente querendo ler os artigos da revista e os vossos comentários!
    Obrigado.
    Abraços e beijos./-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma singela orientação:
      Jamais desejem nada além dos 36 Graus do próprio corpo, porque aí é que se inicia o pior desequilíbrio térmico! O frio ainda é bem melhor. É sério.

      Excluir

Não aceitamos comentários "anônimos".

Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente. Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-