segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Dão-se explicações de francês a jornalistas

Helena Matos
O facto de o francês ser uma língua mais desconhecida em Portugal que o sânscrito leva a que caia um extraordinário manto de silêncio sobre o que está a acontecer em Seine-Saint-Denis.


Para combater tal lacuna proponho que os raros conhecedores desse bizarro idioma que é o francês se voluntariem para dar explicações de francês. Por mim só não me peçam para perorar sobre os acentos naquela ortografia que tem muito que se lhe diga.  Mas também Seine-Saint-Denis, Bobigny e Argenteuil não levam acento algum.
Título e Texto: Helena Matos, Blasfémias, 13-2-2017



These riots broke out in Paris, in the suburbs of Sarcelles. What started as a “Show of Solidarity with Palestine,” quickly escalated into a full scale anti-Semitic riot. (Sunday, 20th July, 2014) 

Um comentário:

  1. Aulnay, Bobigny, Argenteuil : instantanés de la violence ordinaire http://bit.ly/2l7DQMi

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-