domingo, 23 de abril de 2017

Dívidas com INSS superam R$ 400 bilhões

Indiana Tomazelli

Entre as cinco que lideram o ranking, estão três empresas falidas; parlamentares querem do governo ações para aumentar a arrecadação

As recentes mudanças que abrandaram as regras propostas na reforma da Previdência foram insuficientes para agradar aos parlamentares, que seguem pedindo uma ação mais incisiva do governo em ações para incrementar a arrecadação do INSS. Um dos alvos é a lista bilionária de devedores da Previdência Social. De acordo com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), o estoque da dívida ativa previdenciária chegou a R$ 427,73 bilhões no fim do ano passado.

Três das cinco maiores devedoras estão falidas, de acordo com o acompanhamento da PGFN: Varig (R$ 3,7 bilhões), Vasp (R$ 1,7 bilhão) e Bancesa, banco cearense quebrado em 2004 (R$ 1,4 bilhão). Mas as outras duas estão em operação.




Relacionados:

Um comentário:

  1. O governo brasileiro continua sendo cara de pau e e mau caráter, quando declara as dívidas do INSS.
    Para citar apenas dois exemplos dessa cara dura, a Varig por exemplo foi falida proposital e criminalmente por esses que agora estão sendo presos a rodo.
    Cobrem desses facínoras essa dívida que não existiria caso essa parte produtiva e muito estivesse ativa e sustentando milhares da famílias que ficaram na miséria por causa de banditismo governamental.
    Mas continuam insistindo em publicar essa vergonha como se a empresa fosse uma dessas arroladas na lava jato da vida
    Em contrapartida a tal da JBS declaradamente assaltante do BNDES com a anuência de bandidos está por aí linda leve e solta. Usou o dinheiro do BNDES para comprar frigoríficos ao redor do mundo, deve e não paga. Porquê ? Comparar a VARIG a um JBS é uma brincadeira de muito mau gosto dessa eterna politicalha com gene assaltante que graça por estas terras Brasiliensis. Coitado deste povo, que por si só é coitado pois nunca e continua não fazendo nada para coibir a ladroagem desenfreada dos políticos que são colocados lá por esse mesmo povo coitado.
    É um moto contínuo que nunca irá ter fim aqui por estas paragens
    Me corrijam se tiverem coragem
    José Manuel

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-