quinta-feira, 1 de março de 2018

Contrário em 2018, Lindbergh Farias pediu intervenção federal no Rio de Janeiro em 2004

Marlos Ápyus

Em 21 de fevereiro de 2018, Lindbergh Farias foi ao Senado manifestar-se contra a intervenção federal implementada pelo governo Temer na segurança pública do Rio de Janeiro. Com uma histeria já habitual, disse que a medida era uma “farsa completa” que declarava “guerra aos pobres”. Conforme registrado pela Veja, o parlamentar assim se pronunciou:

“Eu estou aqui para defender minhas convicções e ter um lado. Neste lado, estou pensando no povo mais pobre do Rio, que precisa ser tratado com respeito e dignidadee não com essa maquiagem, com essas medidas superficiais.”

O motivo alegado pelo senador petista em 2004 era o mesmo utilizado por Temer em 2018: combater o narcotráfico. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Contudo, ou o petista tem memória curta, ou uma cara de pau enorme. Pois entre 2003 e 2004 foi deputado federal pelo mesmo Rio de Janeiro. E partiu dele um pedido à Procuradoria-Geral da República para que o governo Lula interviesse no referido estado.
O motivo alegado já era o que motivou a ação de 2018:

A crise verificada no Estado do Rio de Janeiro, provocada pela ação do crime organizado, em especial do narcotráfico nas favelas, é crítica. Inúmeros são os casos de violência perpetrados contra a população indefesa e instituições públicas”

E a forma como a intervenção deveria ser feita parece descrever o que o governo Temer tem feito:

O Governo Federal deve intervir, utilizando-se dos meios necessários para restabelecer em definitivo a tranquilidade no estado, pois os motivos desta crise são os mesmos que têm comprometido o direito de ir e vir da população durante anos. Esta é uma questão que precisa ser resolvida com urgência, pois quanto mais se posterga o remédio, mais a situação se agrava.”

Mas, como bem explicou Soninha, coerência nunca foi um objetivo do PT. Uma vez na oposição, quanto pior, melhor.
Título, Imagem e Texto (e Marcações): Marlos Ápyus, Implicante, 28-2-2018

Relacionados:

24 comentários:

  1. Pois é até Caetano, embarcou nesta fria, totalmente “sem lenço nem documento”!
    Critica a intervenção no RIO!
    Qual intervenção no RIO?
    Pelo que sei a verdadeira intervenção no Rio, foi feita há muitos anos pela bandidagem.
    Da política ou não, e que transformou o estado num caos.
    O que me leva a afirmar que como animal político, Caetano é um ótimo compositor!
    Quanto à validade da intervenção...
    Botar um general restrito a segurança é como trocar o vigia de um condomínio, pensando resolver todos os problemas de condôminos!
    Num primeiro momento, acreditei que o valoroso Exercito brasileiro, não aceitaria esta fria!
    E daí, fui alertado, e esta lá na constituição, que o comandante geral das forças armadas é o presidente da república.
    Então pode contratar o "vigia" que quiser, é o "sindico" do condomínio!
    Eu só aplaudiria a "intervenção no rio", se fosse uma INTEREVENÇÃO NO RIO, e não esta meia boca, que fizeram com claros interesses politiqueiros.
    Se for para endurecer com a bandidagem que o façam com representante sem todos os estados.
    Acho que intervenção militar quando bem feita, é valida, mas como disse aqui uma entrevistada tem que ser REAL!
    Sou desde antes da Varig, sargento do exercito na reserva, e me orgulho muito. Mesmo que me digam ser, insignificante!
    Então, tenho o maior respeito pelas forças armadas, acho que o exercito sai desgastado desta pseudo intervenção no Rio!
    Principalmente ás vésperas de eleições, e “inventada” por políticos com o “rabo preso”.
    Com certeza, os “condôminos” estão apoiando a troca na segurança, qualquer mudança se faz necessária, até uma na “meia boca”.
    Paizote


    ResponderExcluir
  2. PS; Ao ver publicado acho que estou a precisar de um corretor de textos mais confiável!
    paizote

    ResponderExcluir
  3. Este Senador de “esquerda” digo, oportnista desde estudante, e este outro “esquerda caviar” não poderiam opinar diferente! Precisam saber que o Brasil já os detectou! Como diz no popular; “já era” ! Creio que o Exército ficou omisso muito anos! É possível termos Democracia , com as Forças Armadas ! O Brasil “previa” disto, pois os Governantes são incapazes! Ias que em sua totalidade “vendidos” !!!

    ResponderExcluir
  4. PS: apesar de Temer ser uma Raposa Velha, sabemos de suas “falcatruas” , apoio Exmo. Barroso, é o que temos por mais este ano! É!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que a mídia e a extrema direita dão manchetes demais para extrema esquerda!
    Isto se considerarmos que ambas existem num mundo real.
    Eu por exemplo, neste afastado pampa, só hoje soube, com detalhes, quem são Freixo, e Mollon!
    Graças a estrema direita, que os colocou nas manchetes junto com o Mov. 342.
    Podia bem continuar ignorando-os, que não fariam faltas.
    Não seria esta uma estratégia de marketing inteligente da extrema esquerda para fazer provocar os opostos? (detesto ter que usaras classificações, extrema direita ou extrema esquerda, ambas são males num sistema político deficiente e que numa democracia inteligente não teriam vez!).
    paizote

    ResponderExcluir
  6. Eu continuo perguntando quem é e qual partido é A EXTREMA DIREITA BRASILEIRA?
    Vamos lá, alguém de um palpite?
    Essa é a enésima vez que pergunto aqui no CÃO QUE FUMA.

    ResponderExcluir
  7. A MÍDIA É DE EXTREMA ESQUERDA POR ISSO A VALORIZA.

    ResponderExcluir
  8. Não sou a favor de nenhum extremo! Nem “mortadela, nem caviar e nem politicamente correto” , penso que o Brasil precisa é de honestidade, que parem com a “roubalheira”, que a Mídia deixe seus interesses financeiros fora da opinião pública, e encima do muro também não é solução, não voto mais em “políticos” que estão aí, sejam de qualquer extrema ou centro, precisamos renovar o Executivo e o Legislativo, já que o Judiciário não depende de nós!!! Podem me indicar alguém melhor que Bolsonaro? Até o momento não vejo melhor!

    ResponderExcluir
  9. Quem mais se aproxima da extrema direita é o Bolsonaro. Ele nega!Mas como diz um dos direitistas convictos no Brasil, Reinaldo Azevedo,é para não atestar falta de inteligência! Fui convencido aqui nesta revista que no Brasil, não podemos falar em direita ou esquerda com segurança, nem quando citamos lula ou bolsonaro.Mas até uma analise ideologicamente ,aprofundada e sem paixões ser feita, estes representam os extremos.
    Paizote

    ResponderExcluir
  10. Paizote,
    O último partido de direita brasileiro foi o PRONA.
    Dei-me ao trabalho de ler cerca de quase 30 estatutos de partidos brasileiros num total de 65 que tenho.
    Cada um que funda um partido eu busco seu estatuto.
    O que me irrita nesse sentido de direita e esquerda é que elas não existem mais.
    Aquele conceito de direito à propriedade existe praticamente em todos os partidos de países que defendem a declaração dos direitos humanos.
    Já não podemos nos dias de hoje definir direita e esquerda pelo viés partidário. Essa definição binária já não mais reflete a complexidade do momento no mundo.
    Um dos fundamentos praticado no primeiro mundo como de direita é a xenofobia.
    Se partirmos para os ideais da revolução francesa, todos os partidos políticos brasileiros cheio de elites na câmara alta e baixa, uns com menos outros com mais representantes, TEMOS A BURGUESIA INSTALADA EM BRASÍLIA, todos sentariam à direita, todos seriam JACOBINOS.
    No Brasil o fato se define entre contra ou a favor de algo.
    Racismo e homofobia é coisa da direita, mas sabemos que temos isso também nos chamados de esquerda.
    Infelizmente chamamos de direita às viúvas do regime militar.
    Os militares é que criaram a maioria das estatais.
    Estatizar é um projeto de esquerda.
    Chegamos num patamar em que a igreja interfere nos desígnios do país.
    Em alguns países do primeiro mundo chamam de direita.
    Pergunto como?
    A religião continua sendo uma extrema esquerda no mundo.
    Ser contra o aborto, o uso de drogas e a diversidade não significa ser de direita, apenas detalhes de liberdade.
    Outro exemplo é o conservadorismo, que busca manter o status quo que já está governando, nesse ponto teríamos que chamar o MDB e o PT de conservador.
    99% de nosso povo acha que o PSDB é de direita e o PT de esquerda.
    A direita tem definições que a caracteriza:
    A defesa da liberdade de expressão, da propriedade privada, e do livre mercado.
    O PT e o PMDB nunca praticaram o livre mercado e alguns querem tolher a liberdade de expressão.
    Eu quero dizer que a definição de liberal vem do partido liberal inglês, um partido de esquerda.
    Acontece que na Europa os liberais são considerados de direita.
    Na minha realidade é tudo UMA SALADA DE FRUTAS.
    TODOS SÃO DE ESQUERDA.
    MINHA DIVISÃO POLÍTICA BRASILEIRA É:
    EXTREMA LIBERAL
    CENTRO LIBERAL
    LIBERAL
    TRUMP É DIREITA LIBERAL.
    Como viram na minha explanação, não por queres aramas , ou ser contra o aborto que torna BOLSONARO uma extrema direita, ele é mais um LIBERAL no pais das liberalidades.
    Em tempo ENÉAS queria que o Brasil fizesse bomba atômica, hoje estaria nas mãos do PCC.
    E com esses políticos que temos daríamos tecnologia para Cuba, Venezuela, Paraguai e Bolívia menos para os argentinos.
    Nesse barril de pólvora da America do sul, os muçulmanos seriam fichinhas.
    fui...

    ResponderExcluir
  11. "Como viram na minha explanação, não por querer armas" , corrigindo, não uso corretor ortográfico.
    Acho ele igual calculadora, evita o raciocínio.
    fui

    ResponderExcluir
  12. Obrigado pela explanação, é útil a todos, embora eu ainda não tenha conseguido me encaixar.Não quero lula nem bolsonaro, são muito parecidos nos defeitos , e acho que eles precisam ler mais...um se diz de direita outro de esquerda, ambos estão enganados pois os extremos se tocam e se confundem.Acabam iguais!
    Paizote

    ResponderExcluir
  13. Então, Lula já sabemos, eu penso que ele é desde X9 a chefe de Orcrim, sínico e mentiroso, entre outros adjetivos, já Bolsonaro ainda não sabemos, então te pergunto Paizote, se nem um nem outro, queres quem? Ainda fico com Bolsonaro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se as opções ficarem limitadas aos dois, voto em branco.Não vou carregar a culpa de ter colaborado para um destes se eleger.
      Paizote

      Excluir
    2. Então meu querido Paizote, se você votar em branco porque as opções não lhe agradam, pela lógica abstrata, estará, apoiando, aquele que somar mais votos! Logo o lamentável resultado da eleição de 2014, repetir-se-á! A maioria dos eleitores não queriam a posse da candidata Dilma, mas também não votou no candidato da oposição porque não lhe agradava. Logo Dilma reelegeu-se com apenas mais 3,5 milhões de votos que seu adversário, enquanto 37 milhões de eleitores jogavam seus votos na lixeira! Vamos votar no Bolsonaro para eliminar de vez o pior presidente que até hoje nos inferniza e que o Brasil já teve. Quanto a gestão de Bolsonaro, hoje uma incógnita, terá que ser observada para que possamos fazer um julgamento mais habilitado...
      Almir Papalardo.

      Excluir
    3. Vc tem razão, mas somente em parte!
      Atualmente, vigora no pleito eleitoral o princípio da maioria absoluta de votos válidos, a lei 9504 no art. 2º reza; Será considerado eleito o candidato a presidente ou a governador que obtiver a maioria absoluta de votos, não computados os em branco e os nulos.
      E atenção! Este artigo da lei vale apenas para presidente e governadores!
      Então votando em branco ou nulo os votos não são computados para ninguém.
      Até que eu entenda o fenômeno Bolsonaro, fica muito difícil, pois o que eu sei dele até agora, nega tudo o que defendi a vida toda!
      O que se diz dele é que é racista, defensor da solução com armas, homofóbico, xenófobo, destemperado, tem dificuldades para o dialogo... e muito mais.
      Com certeza há certo exagero, mas até agora ele não conseguiu se livrar desta pecha. E onde há fumaça...

      É claro que entre ele e o lula, o podemos dizer em defesa do Bolsonaro , até que se prove o contrario, é que ele é honesto.
      Mesmo tendo mais de 10 imóveis, não abre mão da bolsa moradia, mas não é desonestidade, talvez faltasse de decoro.
      Bolsonaro me parece o Collor, não esta pronto! E o Lula nunca me enganou!
      Quando a pergunta de um colega; em quem eu votaria, fica sem resposta, pois os demais pré-candidatos não merecem nem discussão.
      Por enquanto, eu disse por enquanto voto branco ou nulo é a melhor opção!
      Pelo menos na minha modesta opinião!

      Paizote

      Excluir
    4. Sim, é verdade; todos nos sabemos que votos nulos, brancos e abstenções não valem para nada, sendo somente registrados para conclusão do relatório final de uma eleição. O meu raciocínio baseia-se no seguinte: Dilma venceu a eleição com 55 milhões de votos. Seu adversário obteve 52 milhões de votos, com uma diferença a menor de 03 milhões de sufrágios. Bastaria que apenas 04 milhões de eleitores destes 37 milhões que preferiram ignorar a eleição de 2014, pensasse mais um pouco e, em vez de anular o voto, votasse no seu opositor. Matematicamente esta diferença de 03 milhões de votos desapareceria, porque o opositor pularia no computo geral para 56 milhões de votos, revertendo uma Vitória de Pirro, que ficou entalada na nossa garganta até os dias de hoje, obrigando-nos a viver num inferno político e petista! Eleições são para corrigir os erros nas escolhas anteriores e não fugir delas, deixando a batata quente nas mãos dos demais eleitores.
      Um forte abraço, Almir Papalardo.

      Excluir
    5. Obrigado!
      É um assunto a ser pensando. Vamos aguardar o "andar da carruagem", e se lula for candidato, talvez tenhamos que votar no menos ruim,para evitar a repetição da catátrosfe , provocando uma catarse geral.
      Abraços fraterno!
      Paizote

      Excluir
    6. GRANDE PAPALARDO,
      O voto é uma escolha de maioria.
      Não podemos ter voto facultativo, porque não temos cultura partidária, exceto os de ideologias socialistas, estes vão votar, seja por essa ideologia ou porque recebem presentinhos, que somam uma maioria, entre aspas, justamente por causa dos votos faltantes.
      Imagine que os 37 milhões votassem.
      Eu fiz um estudo eleitoral anos atrás.
      7 estados, 3 do sul e 4 do sudeste, tem mais de 60% do eleitorado, possuem 21 senadores e 256 deputados.
      Os outros 20 da federação com menos de 40% de eleitorado tem 60 senadores e 257 deputados.
      Quer dizer que a tão propalada proporcionalidade não existe.
      Menos de 40% dos eleitores tem maioria no congresso.
      Também significa que sem os votos do sul e sudeste, nenhum candidato com 100% dos votos nesses 20 estados se elegeria.
      Quem diria que votei no Brizola para não eleger Collor.
      Eu sou conservador, patriota e nacionalista.
      Apesar de ser cosmopolita, acho que nosso país da mais condições a imigrantes do que seu próprio povo.
      Sei porque iraquianos aqui em Porto Alegre, receberam casas alugadas e 1 salário mínimo por pessoa do governo.
      Bebi muita cerveja com eles.
      Voltaram para o Iraque.
      Meu voto será Bolsonaro, apesar que gostaria que João dória fosse candidato é mais objetivo.
      E como comentei nas redes sociais, Paim, Aécio e outras pústulas vão se reeleger.
      Brasileiro é esquecido, só vota em causa própria ou na ideologia.
      QUERO TROCAR O PENICO E AS MERDAS QUE ESTÃO DENTRO, NEM QUE SEJAM OUTRAS MERDAS E OUTRO PENICO, MAS LIMPO.
      FUI...

      Excluir
  14. Podem me chamar do que quiserem... Quando os esquerdeiros – políticos e ‘jornalistas’ chamam alguém ou um partido, de extrema-direita, instintivamente me viro, observo e passo a acompanhar as intervenções desses ‘malditos’.

    Por isso, apoio Donald Trump nos EUA. Aliás, ainda na campanha eu escrevi um desabafo “Estou impressionado com a unanimidade contra Trump”. Não imaginava que o pior estava por vir.

    O mesmo, ou pior, acontecerá com Bolsonaro. Por exemplo, acusaram-no de não entender de economia, como se Lula e Dilma fossem professores catedráticos nesse tema. Os amigos e subservientes a esquerda poupa e blinda. Agora, quando a pessoa é contrária ao pensamento marxista-leninista... qualquer pessoa que a esquerda (esquerda, sim) veja e sinta como uma ameaça à sua oligarquia, lá vem rótulos desqualificadores, insultos, difamações...

    Sei em quem não votarei para presidente em 2018: Lula (arghhh!), Ciro Gomes, Marina Silva e Huck e outros menos votados. A menos que surja um candidato liberal na Economia, democrata na compreensão das escolhas pessoais do cidadão, mas sem medo de defender valores culturais judaicos-cristãos, aqueles que moldaram a sociedade ocidental.

    Desde o século passado, a URSS, a China, Cuba tentaram impor valores comunistas, tentaram destruir a sociedade democrata (o que eles não são) ocidental. Mesmo com a penetração nas universidades e outras academias, mesmo com o domínio sindical, não conseguiram destruir a cultura ocidental. Pelo contrário, perderam!

    Não havendo mais ‘proletários de todos os países’, decidiram minar a família, querendo explodi-la. Semeiam a cizânia, promovem o ódio interpessoal, entrincheirados em causas ou slogans “defensores” de minorias, mesmo as mais escalafobéticas – algumas inventadas por eles.

    Qualquer pessoa que se insurja e jogue o jogo político com vigor, sem medo, contra essa gente, tem o meu apoio.

    Portanto, por enquanto, o meu voto será de Jair Bolsonaro.

    ResponderExcluir
  15. Concluindo a construção da frase "A menos que surja um candidato liberal...", vou optando por Jair Bolsonaro.

    ResponderExcluir
  16. MELINDRES
    Pois,
    Num país que de cada 10 assassinatos apenas 2 são resolvidos ou os envolvidos são realmente presos, rola pela internet que são 54000 mil por ano.
    Num país que 50000 são mortos pelo trânsito imbecil, poucos são processados.
    Vejo os melindres, dos politicamente corretos, quando percebem ofensas, em opiniões sarcásticas.
    Não se pode mais chamar ninguém de NEGRO, até inventaram uma palavra nova ,tipo "afro-descendente" .
    Não se pode mais chamar de "boiola" é homossexual.
    Bem que se descobre que não se pode mais fazer piada, nem de português, se o fizer poderá ser processado.
    Ainda bem que os animais não podem processar ninguém.
    Brasileiro aprendeu a processar merda.
    Morei no Rio de janeiro por 20 anos, se houvesse essas leis idiotas, eu teria ficado rico.
    Durante anos, sofri o tal de "bullying" e nunca fiquei exaltado ou me senti derrotado e ofendido.
    Ser gaúcho, no centro do país é motivo de piadas.
    Os canais de televisão sempre estéreo-tipificaram os gaúchos como homossexuais.
    Sem falar do que chamavam as mulheres gaúchas e mineiras.
    Daqui por diante será proibido de chamar os florianopolitanos de "manesinho da ilha".
    Todos sabem de como os brasileiros chamam os pelotenses e campinenses.
    Vamos aos outros lados do politicamente correto.
    Jogadores de futebol, mais explicitamente afro-descendentes famosos, dificilmente não casam ou desfilam com belas famosas louras ou morenas, mas muito poucas afro-descendentes e nem por esses tipos de atitudes discricionárias são processados .
    O povo vive sem saúde, sem segurança pública, sem mobilidade urbana, sem comida, sem direitos, vive muito feliz na merda.
    Sequer dão-se conta que os políticos cagam e andam para nossas necessidades.
    Os tais seguidores de movimentos, sequer auditam como vivem seus "falsos gurus".
    Se formos falar de funcionários públicos, com planos de saúde pagos com o dinheiro de nossos impostos, e com aposentadorias integrais, nenhum ministério público defende os direitos do povo, de isonomia garantidos na constituição.
    Vivemos num país que se um juiz federal de uma cidade onde o diabo perdeu as botas quer proibir o uso de bermudas, é preciso que um órgão superior derrube essa medida arbitrária, um legítimo absurdo jurídico.
    Não vislumbro no futuro um deles pedir a prisão de um corrupto.
    Claro que existem funcionários públicos pobres, eles cumprem serviços de utilidade pública, são bombeiros, policiais, enfermeiros, médicos, obrigados a fazerem "bicos para sobreviverem". Muitos moram em favelas, ou nas periferias pobres.
    Enquanto isso nossos congressistas querem passagens pagas por nós para seus pares, afora outras benesses constituídas.
    https://grandeprojetobrasil.blogspot.com.br/2015/03/melindres.html?spref=fb
    FUI...

    ResponderExcluir

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-