quinta-feira, 17 de maio de 2018

O Brasil que eu quero

Almir Papalardo

O Brasil que eu quero para o futuro é tão óbvio, tão coerente, que seria desnecessário que aqui fosse mencionado.

Quero que os homens que comandam o país parem de uma vez por todas de perseguir o pobre e indefeso aposentado. Os idosos, como também as crianças, deveriam ser os últimos cidadãos a serem atingidos por medidas duras e impopulares, por tratarem-se de segmentos merecedores de atenção e carinho. As crianças por representar a esperança e o futuro do Brasil, e os idosos, aposentados, por reconhecimento e prêmio pelo muito que contribuíram para o engrandecimento do país.

Parem de lesar os aposentados. Cumpram o que determina o Estatuto do Idoso e restaurem os artigos arbitrariamente adulterados da nossa Constituição Cidadã, que ditava atualizações das aposentadorias na mesma proporção da correção dada ao salário mínimo. 
Título e Texto: Almir Papalardo, 17-5-2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, evite o anonimato! Mesmo que opte pelo botãozinho "Anônimo", escreva o seu nome no final do seu comentário.
Não use CAIXA ALTA, (Não grite!), isto é, não escreva tudo em maiúsculas, escreva normalmente.
Obrigado pela sua participação!
Volte sempre!
Abraços./-